terça-feira, 12 de maio de 2009

'Agora me sinto mais madura e poderosa como mãe', diz Claudia Leitte


'Agora me sinto muito mais madura e poderosa como mãe'. Assim Claudia Leitte comemorou a notícia da alta do pequeno Davi, que após oito dias de internação por causa de uma meningite deixou o Hospital Copa D'Or no final da tarde desta terça-feira. Durante uma coletiva minutos antes de sair da unidade, a baiana fez questão de agradecer as mensagens de apoio que recebeu de pessoas de todo o país, revelou a lição que tirou a partir do drama de seu filho e garantiu que retomará sua agenda de shows daqui a duas semanas.A cantora disse que ficou 'fora do mundo' enquanto acompanhava a recuperação da criança. 'Fiquei 50h sem dormir enquanto estive no hospital e nem no Carnaval tinha ficado tanto tempo sem descansar. Meu mundo estava deitado na cama. Passei quase 10 dias sem sair do lado dele, olhando para suas reações'. Segundo Claudia, o maior aprendizado obtido com a situação foi ver como as pessoas 'estão vulneráveis'. 'Temos sempre que ouvir, orar e vigiar'. A musa do axé respondeu as críticas de que teria exposto o bebê e garantiu que nunca levou Davi para shows ou camarins.
Atendimento na 'velocidade da luz'
Sobre sua volta aos palcos, Claudia Leitte, que embarca ainda nesta terça para Salvador, disse que ficará uma semana em casa se dedicando exclusivamente ao filho e que só retomará os show no dia 22 de maio. Antes de deixar o hospital, a loura parabenizou o trabalho dos médicos. 'Criamos os filhos para o mundo. Meu filho foi trazido ao hospital por Deus e foi muito bem atendido pelos médicos, que o trataram na velocidade da luz'.Presentes à coletiva, o coordenador da pediatria Arnaldo Prado e Antônio Carlos Moraes, diretor médico do Copa D'Or, falaram sobre a alta de Davi e revelam que ele passou por um último exame antes de ser liberado. Segundo os dois, a criança está em excelentes condições e não terá sequelas. Eles revelam ainda que o tipo de bactéria que causou a meningite de David não foi descoberta.

Nenhum comentário: