quinta-feira, 26 de março de 2009

DNA revela que britânico de 13 anos não engravidou jovem


Eastbourne (Inglaterra) - O garoto Alfie Patten, 13 anos, que ficou conhecido mundialmente após ter engravidado uma estudante de 14 anos quando tinha apenas 12, não é o pai da criança, segundo informações divulgadas pelo The Mirror nesta quinta-feira. O estudante resolveu fazer um teste de DNA depois que outros garotos disseram também ter dormido com Chantelle Stedman.O teste acabou provando que o garoto não é o pai de Maisie Roxanne, que tem 7 semanas. Segundo o Mirror, o resultado foi uma surpresa para Alfie, que ficou "devastado" com a notícia. Ele estava convencido de que era o pai de Maisie, depois de uma noite de sexo desprotegido com Chantelle, que hoje tem 15 anos.Antes do teste, segundo o diário britânico, ele disse: "Eu não sabia sobre testes de DNA, mas minha mãe me explicou que seria bom fazer para saber se eu era o pai ou não. Então eu faço, e todos poderão parar de falar". Chantelle ficou grávida quando tinha 14. Ela disse ter esquecido de tomar a pílula anticoncepcional.Na época, ela disse que "Alfie era o único garoto com quem havia estado". Alfie concordou. "Eu sou o único namorado que Chantelle teve e nós estamos juntos há dois anos. Eu devo ser o pai. Quando ela descobriu que estava grávida, eu perguntei, 'eu sou o pai?' e ela respondeu que sim, então eu acreditei", afirmou o garoto.

Nenhum comentário: