segunda-feira, 2 de março de 2009

Alunos com visão nota 10

Doenças de vista em crianças prejudicam desempenho escolar e devem ser diagnosticadas cedo!

Falta de atenção, notas baixas e letras grandes e tortas. Os sinais, que parecem indicar desinteresse do aluno pela escola, podem na verdade estar escondendo problemas de visão. Cerca de 10% das crianças em idade escolar apresentam deficiência visual, segundo a Organização Mundial de Saúde. Detectar o problema ainda na infância é fundamental para garantir o bom aprendizado dos pequenos e evitar lesões mais graves no futuro, alertam especialistas.De acordo com a oftalmologista Andréa Lima Barbosa, pais e professores devem ficar atentos a atitudes como franzir a testa ao ler e dificuldade para visualizar o quadro-negro, entre outras. Elas podem ser indícios de miopia, astigmatismo ou hipermetropia — doenças visuais que mais afetam meninos e meninas. “As crianças não sabem expressar a dificuldade de enxergar, por isso cabe aos pais e professores ficarem atentos e realizarem exames periódicos”, declara a médica. Andréa explica que doenças diagnosticadas até os 10 anos de idade — fase em que a visão está totalmente formada — evitam a ambliopia, mal que causa o desenvolvimento desigual das vistas, podendo causar, inclusive, a perda da visão em um dos olhos. Segundo a especialista, o uso de óculos permite o desenvolvimento saudável da vista e ajuda a criança nos estudos. “Os óculos devem se ajustar às orelhas, ser apropriados para a idade e manter os olhos centralizados nas lentes. É fundamental o apoio dos pais para que a criança aceite o tratamento”.Giovanna Barbosa Samary, 4 anos, começou a usar óculos há cerca de um mês. Segundo seu pai, Anderson Samary Soares, 35, ela dizia ver os objetos embaçados e que tinha dificuldades de visualizar o que a professora escrevia no quadro. Com já há casos de miopia precoce na família, o economista resolveu levar a filha ao oftalmologista para exames.“Minha esposa usa óculos desde os 5 anos de idade, por isso fiquei desconfiado. Minha filha ficou um pouco resistente para usar os óculos, mas compramos uma armação rosa e tentamos negociar o tempo de uso”, ensina.

Nenhum comentário: