quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Reponha suas energias ( Pós-Carnaval)


A Quarta-Feira de Cinzas marca o término do Carnaval e, para quem exagerou, é o início da ressaca e do cansaço. Para amenizar dores e incômodos característicos do abuso de álcool, comida e samba no pé, especialistas dão dicas que ajudam a desintoxicar o organismo e recuperar as energias.
A nutricionista Flávia Morais, da rede Mundo Verde, aponta que o primeiro passo é beber bastante água e sucos, além de consumir frutas e sopas leves. Ela explica que o líquido é fundamental para curar a ressaca, porque o álcool estimula a maior eliminação de água pelo corpo. Por isso, alerta ela, pessoas que bebem álcool em demasia tendem a ficar desidratadas. Além disso, dizem especialistas, quem bebeu em todos os dias de Carnaval e não se cuidou, pode permanecer com as toxinas do álcool no organismo por cerca de cinco dias.Segundo Flávia, para repor sais minerais, vitaminas e aminoácidos, os foliões devem optar por alimentos como arroz integral, legumes, ervilha, hambúrgueres à base de soja, ricota, pão integral, tomate seco e aveia em flocos. Para beber, a nutricionista sugere suco de clorofila, laranja ou chá verde.“Os alimentos integrais ajudam a desintoxicar o organismo. O chá verde estimula o sistema imunológico e os demais sucos hidratam o organismo e combatem o desgaste físico. Algumas frutas também podem diminuir a sensação de secura na boca, como abacaxi, maçã e uva”, explica.
A nutróloga Tamara Mazaracki explica que os excessos do Carnaval aumentam a quantidade de toxinas no organismo e sobrecarregam o fígado. Segundo ela, após os dias de folia, evitar comidas pesadas, frituras e carnes vermelhas vai ajudar o órgão a trabalhar melhor. Ainda segundo Tamara, foliões que apresentarem diarréia podem recorrer ao suplemento de carvão ativado, disponível em farmácias.

sábado, 21 de fevereiro de 2009

Pesquisadores criam cadeira de rodas movida pelo cérebro


Pesquisadores italianos apresentaram uma cadeira de rodas inteligente, capaz de se mover dentro da casa do usuário de acordo com seus impulsos cerebrais.
A cadeira de rodas motorizada é equipada com dois computadores de bordo, que analisam as ondas cerebrais e orientam o movimento, com o auxílio de câmeras e dispositivos espalhados pela casa.
Os pesquisadores acreditam que a cadeira, que poderá ser usada por pessoas com diferentes graus de deficiência física e dificuldades de movimento, possa chegar ao mercado entre cinco a 10 anos.
Eles também dizem que o mesmo sistema poderá ser usado por cidades inteiras para permitir a locomoção de deficientes com a cadeira 'inteligente'.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Amamentação é fundamental para emagrecer!!!

Claudia Leitte não foi a única ‘sortuda’ que recuperou a forma muito pouco tempo depois de ser mãe. As atrizes Fernanda Lima, Maria Fernanda Cândido, Carolina Dieckmann, Jennifer Lopez e Nicole Kidman são algumas das famosas que surpreenderam os fãs aos exibirem corpos perfeitos depois da gravidez. Fernanda Lima, por exemplo, mãe dos gêmeos João e Francisco, chegou a ganhar 20 quilos durante a gestação, pesando 74 quilos. Um mês e meio depois do nascimento, Fernanda já tinha perdido 15 quilos, e desfilou no Fashion Rio, em junho do ano passado. Na época, a apresentadora disse que 5 quilos ela perdeu amamentando os gêmeos. Já Nicole Kidman apareceu como se nunca tivesse estado grávida duas semanas depois do nascimento de Sunday Rose, em julho. Praticante de ioga há anos, Nicole ganhou 9 quilos durante a gravidez. Além do peso perdido no parto, ela emagreceu o restante durante a amamentação.

Risco para as mamães

Exercícios pesados logo após o parto causam prejuízos à saúde da mulher, alertam médicos.

Já se foi o tempo em que a mulher acreditava que não podia lavar a cabeça, colocar o pé no frio ou fazer sexo no período de resguardo — até 45 dias após o parto. Mas alguns cuidados — como não exagerar nos exercícios físicos com pesos e nos que exigem força da musculatura abdominal — são fundamentais para a saúde da mãe, alertam médicos.
“A gente recomenda que mulheres submetidas ao parto normal esperem pelo menos duas semanas depois do parto para começar a praticar atividades físicas mais pesadas. Já no caso da cesariana, a orientação é que se espere pelo menos 6 semanas por causa da cicatrização”, afirma Augusta Maria Batista Assumpção, chefe do Departamento de Obstetrícia do Instituto Fernandes Figueira, da Fiocruz.
A médica explica que o exagero pode causar problemas, como sangramentos, a reabertura da cicatriz, a exposição de partes de órgãos, como o intestino, e até mesmo uma hérnia. “É importante destacar que a mulher não pode voltar a fazer exercícios com a mesma intensidade e peso que fazia antes da gravidez. É preciso que o exercício seja feito de forma gradual”, afirma, acrescentando que alongamentos, exercícios posturais e caminhadas são bem-vindos no puerpério.
Mãe de David, que nasceu há menos de um mês, a cantora Claudia Leitte tem exibido uma barriga de dar inveja. Seu médico a teria liberado para fazer exercícios apenas 7 dias após o parto. A cantora contou que está fazendo 600 abdominais por dia, além de drenagem linfática e uma combinação de ginástica aeróbica com musculação, sob orientação da personal trainer Carla Sicupira, que alega que Claudia teve resultado tão milagroso por possuir condicionamento físico capaz de suportar exercícios pesados. Ela também está amamentando, o que, segundo médicos, é realmente eficaz na guerra contra a balança.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009

Enfim sós, para sempre


Corrente da psicologia mostra que casais aproveitam mais a vida após a saída dos filhos de casa!
Rio - Educar os filhos nem sempre é uma tarefa fácil. Porém, mais difícil ainda para alguns pais é vê-los amadurecer e querer sair de casa em busca de uma nova vida, por conta própria. Especialistas definem este sentimento de apego dos pais como Síndrome do Ninho Vazio, um período de depressão e perda de motivação que os afeta quando seus filhos saem de casa. Mas uma nova corrente na psicologia familiar tem apontado em pesquisas que o casal aproveita cada vez mais a sensação de liberdade com a transição dos filhos. Apesar de sofrerem inicialmente com a saída dso filhos de casa, os pais passam a desfrutar de um relaxamento nas responsabilidades e aproveitam mais a vida a dois. Pesquisadores americanos avaliaram os níveis de satisfação com os casamentos de uma centena de casais aos 43 anos, quando a maioria tinha crianças em casa; aos 52, quando os filhos começavam a sair; e aos 61, quando os filhos já tinham deixado o ninho. Com estes dados, eles concluíram que a satisfação aumentava quando os filhos saíam. Marido e mulher passavam a dedicar mais o tempo um para o outro. “Os pais eram felizes com seus filhos. Mas seus casamentos melhoraram com a saída deles”, diz Sara Melissa Gorchoff, especialista em relacionamentos adultos da Universidade da Califórnia. No estudo, os pais eram tão felizes com os filhos em casa quanto depois da saída. Mas as mulheres apresentaram níveis mais altos de satisfação na vida a dois. Para a psicóloga Virgínia Vairo, a chance de desfrutar mais a qualidade do tempo a dois torna a fase especial para o casal. “Agora eles podem dar atenção aos seus objetivos de vida, retomar seus desejos e sonhos que antes estavam esquecidos”, explica. A professora de Psicologia Familiar da Universidade Veiga de Almeida, Mônica Dias, partilha da idéia de que a saída dos filhos pode tornar a vida do casal mais saudável. “Se os filhos saíram de casa, é porque vão constituir um novo núcleo familiar. Portanto, no ciclo de vida familiar, a função de cuidado e orientação dos filhos foi bem desempenhada.O casal fica mais livre para retomar os seus interesses conjugais, podendo investir tempo e dinheiro em outras atividades”, afirma. DESAFIO - CASAL PASSA POR PERÍODO DE READAPÇÃOO casal Denise, 44 anos, e Aloísio Barbosa, 50 anos, revelou que no início foi difícil aceitar a saída dos filhos de casa e que passou longos dias com o sentimento de vazio no lar. “Foi terrível, mas depois de um tempo eu e meu marido ficamos mais íntimos e tivemos que redescobrir a identidade do casal. Foi um grande desafio para nós dois saber quais seriam agora nossos planos, mas superamos essa fase juntos”, revela Denise.Já Walcy e Odette Joannou, 70 anos, estão de mudança para uma casa menor, já que na atual os quartos estão vazios. Eles ainda sofrem com a Síndrome do Ninho Vazio porque até pouco tempo a filha Cristiane, 30 anos, ainda morava com eles. “Às vezes fico triste e me pego vendo fotos da infância deles, mas eles teriam que tomar o próprio rumo. Estou feliz pela realização e amadurecimento deles”, emociona-se Walcy.No Brasil, a psicoterapeuta do Instituto de Psicoterapia Comportamental do Rio, Karina Brito, revela que os jovens brasileiros saem cada vez mais tarde de casa, prolongando a estadia no lar dos pais por terem uma estrutura econômica e não desejarem a queda no padrão de vida. “Por aqui acho que a família demora mais para amadurecer a idéia da saída dos filhos do lar. Os pais acabam oferecendo uma semiliberdade em casa, fornecendo o básico, pois sabem das dificuldades”, ressalta.

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Unidas na gravidez precoce


Operadora de 33 anos e filha de 14 serão mães juntas. Por ano, 32 mil adolescentes dão a luz.
Aos 33 anos, Kelly Regina Lages Cardoso teve uma gravidez inesperada. Afinal, já era mãe de menina de 14 anos e de menino de 10. Quinze dias depois, receberia notícia de outra gravidez inesperada: “Alô, mãe, tenho uma surpresa: você vai ser vovó”, disse pelo telefone Tainá Letícia. As duas estão grávidas há oito meses e darão a luz na primeira semana do mês que vem. O susto de Kelly é cada vez mais comum no País. Por ano, 32 mil meninas entre 10 e 14 anos têm filho.Para o consultor do Ministério da Saúde, Marcos Ribeiro, a situação preocupa. “Só informar os riscos da gravidez na adolescência não muda comportamento. Se informa, mas não se conscientiza”, observa o sexólogo.O especialista defende clareza na discussão: “Os adolescentes começam a vida sexual cada vez mais cedo, com 12 ou 13 anos”. Ele aponta o resultado: a gravidez e os casos de Aids aumentam entre adolescentes.Kelly conversa francamente com a filha, inclusive sobre métodos contraceptivos. “Ela tomava anticoncepcional. Mas trocou o remédio e não me avisou. Na substituição, engravidou”, explica.O descuido alimenta a gravidez precoce. “Na adolescência, há o pensamento mágico de que isso não vai acontecer comigo”, pondera Marcos.A taxa de natalidade caiu de 6,2 filhos por mulher em 1940 para 2,3 em 2000. O estudo ‘Perfil das Mães Brasileiras’, da Fundação Getúlio Vargas, mostra que nas últimas 3 décadas a faixa de mães entre 15 e 19 anos foi a única em que a fecundidade aumentou. Pulou de 0,07 filho por jovem em 1980 para 0,09 em 2000.Ministério da Saúde, Prefeitura do Rio e governo do Estado oferecem programas de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis e de controle de natalidade. “Precisamos de programas mais sistemáticos. O problema tem de ser discutido em casa com clareza e fazer parte do cotidiano”, defende Marcos, que mês que vem ministrará curso para professores no auditório de O DIA sobre Educação Sexual e prevenção na sala de aula. As inscrições ainda serão abertas. É na reflexão sobre o tema que se começa a prevenir. FAMÍLIA TEM RENDA DE APENAS R$ 1.200 E PREVÊ DIFICULDADESOs dois barrigões chamam atenção. “Quando vamos ao posto de saúde, o pessoal todo vem ver”, conta Kelly, que deverá ter parto natural de um menino até o dia 4, no Hospital de Acari. Já Tainá tem previsão de parto de uma menina até o dia 16. As duas fizeram o pré-natal em posto de saúde de Padre Miguel.“Filhos são uma bênção. Mas, no momento, nossas condições não são boas”, admite a mãe e futura avó.Kelly é operadora de telemarketing e o marido, cobrador de ônibus. A renda da família é de R$ 1.200. O enxoval dos bebês se resume a seis roupinhas e cinco pacotes de fraldas. “O ‘namorido’ da Tainá tem 22 anos, dá atenção, mas está desempregado. Não há planos de eles morarem juntos”, explica.Para Kelly, o diálogo evitou o pior: “Temia que minha filha fizesse aborto escondido e ficasse estéril, como algumas amigas”. “Vou amadurecer muito com o bebê”, diz Tainá, que volta a estudar após o resguardo

sábado, 14 de fevereiro de 2009

TV americana divulga primeiras imagens dos óctuplos


EUA - O programa 'Today', da NBC, mostrou as primeiras imagens dos óctuplos de Nadya Sulemannesta, nessa segunda-feira. As crianças, que nasceram no último dia 26, na Califórnia, estão em encubadoras.
Nadya falou que sempre sonhou com uma família grande família e que sua infância foi problemática. "Eu apenas desejei construir certos laços com outra pessoa que, durante a minha infância, acredite, fez falta", disse Nadya.
Nadya, 33 anos, afirmou que os óctuplos foram concebidos por fertilização in vitro com esperma de um amigo. O mais jovem dos irmãos ainda permanece no hospital. Os outros seus seis filhos têm idades que variam de 2 a 7 anos. Muito criticada pelo comportamento irresponsável, Nadya, segundo uma amiga, apenas ama os filhos. "Muita gente fala coisas que não sabem sobre ela", disse a vizinha Jessica Zepeda.


quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Michael Jackson sofre de grave infecção que pode ser fatal

O astro pop que acaba de completar 50 anos protagoniza mais um escândalo. De acordo com o tablóide britânico 'The Sun', Michael Jackson está doente e sofre de uma infecção na pele chamada MRSA (pronuncia-se marsa), que devora pedaços do rosto e é altamente contagiosa.
A bactéria que causa a MRSA é igual a qualquer outra bactéria do tipo estafilococo. A diferença é que essa cadeia se alastra facilmente e pode ser fatal. Ainda segundo o tablóide, o astro pop pode ter contraído a bactéria após uma plástica feita no nariz dias atrás.
O problema é que se a pele tiver muitos cortes e escoriações, o que é o caso do músico, fica mais difícil da pessoa infectada se livrar da infestação por MRSA. O músico está com o rosto cheio de pequenas protuberâncias, como espinhas ou furúnculos. Esse abscesso pode gerar muita dor e crescer no corpo, atingindo até tecidos internos, ossos, corrente sangüínea e órgãos. Quando a infecção atinge os órgãos internos ou a corrente sangüínea, pode representar risco de morte.
O cantor já está sendo tratado com antibióticos, mas dizem que a doença já está espalhada por todo o corpo de Michael.

Grupo ataca brasileira grávida

Advogada grávida é atacada por ‘skinheads’ neonazistas na Suíça e aborta as filhas gêmeas.
Ela sofreu mais de 100 ferimentos e teve siglas marcadas no corpo

ZURIQUE (SUIÇA) - Uma brasileira grávida foi torturada no domingo na Suíça por ‘skinheads’ neonazistas — extremistas que pregam a xenofobia e a supremacia branca. As agressões à advogada Paula Oliveira, de 26 anos, foram tão sérias que ela perdeu as filhas gêmeas que iria ter daqui a seis meses. Paula foi espancada e retalhada com estiletes por cerca de 10 minutos por três homens, um deles com uma cruz suástica tatuada na cabeça. Eles atacaram a brasileira quando ela saía de um trem, falando com a mãe que estava no Brasil pelo celular. A suspeita é que os ‘skinheads’ a atacaram quando repararam que ela estava falando em português. Segundo também advogado e secretário parlamentar Paulo Oliveira, pai de Paula, ela ficou com mais de 100 ferimentos pelo corpo. Entre eles estavam vários retalhos que formavam as iniciais do SVP (Partido Popular da Suíça, na sigla em suíço), que participa do governo do país.Paula, que tem família em pernambuco, está na Suíça legalmente e trabalha num conglomerado dinamarquês de transporte marítimo em Zurique, a maior cidade do país. No momento em que foi atacada, Paula voltava para casa Dubendorf, cidade a três quilômetros da capital. Ela foi levada para um lugar deserto e deixada seminua pelos agressores, mas não sofreu violência sexual.FRIEZA DAS AUTORIDADESAlém da brutalidade das agressões, a brasileira ainda se deparou com a frieza das autoridades suíças. A polícia local se negou a dar mais informações sobre o caso para a consul-geral do Brasil em Zurique, a embaixadora Vitória Clever, mesmo depois que a diplomata enviou uma solicitação por escrito requisitada pela própria corporação.
A brasileira ainda teria sido avisada por um policial, mais de uma vez, enquanto era tratada pelos médicos, que se estivesse mentindo a respeito da sessão de tortura, poderia ser processada. Ela chegou ao hospital acompanhada pelo marido suíço e por um detetive, que a socorreram, com o auxílio de uma ambulância, no local onde foi agredida.
Paula continua internada num hospital de Zurique, onde a equipe médica avalia a necessidade de realizar uma curetagem.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Governo vai oferecer testagem rápida para detectar Aids no Carnaval

Preocupado com o aumento da Aids, principalmente no Carnaval, quando há maior vulnerabilidade, o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), oferecerá aos foliões a testagem rápida, técnica laboratorial capaz de informar o resultado em poucos minutos.Os resultados dos exames serão entregues individualmente, em sigilo. O folião que for detectado com o HIV positivo será orientado a procurar acompanhamento médico especializado. O posto para a testagem rápida ficará localizado no Pelourinho.A informação foi dada durante o lançamento da Campanha de Prevenção de DSTs/Aids, no Museu Eugênio Leal, quando o cantor e compositor Gerônimo, Rei Momo do Carnaval 2009, foi escolhido pela Sesab para receber o troféu Artista Voluntário na Luta contra a Aids.Para o artista é importante fazer campanhas de prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis na festa momesca. “O carnaval é uma festa maravilhosa, mas não podemos nos desligar de coisas sérias como as DSTs e a Aids. Por isso que essas campanhas são importantes para conscientizar a todos”, afirmou Gerônimo.O teste para detecção da Aids faz parte da “Fique Sabendo”, uma ação do Ministério da Saúde, e um dos objetivos, segundo a coordenadora do Programa Estadual de DSTs/Aids, Maricélia Macedo, é possibilitar às pessoas infectadas acesso ao tratamento a fim de reduzir a taxa de adoecimento e mortalidade.A coordenadora explica que, antes do teste, todas as pessoas passarão por uma entrevista, logo após o resultado do exame. O soropositivo detectado terá acompanhamento psicológico, será encaminhado a um tratamento e receberá medicação gratuita. Além da testagem rápida, serão distribuídos aos foliões preservativos e materiais da campanha. Dos 550 mil preservativos destinados à Bahia, 300 mil serão para Salvador. Diferente das campanhas anteriores, quando eram focados grupos específicos, este ano, com o tema “A Aids está onde você nem imagina. Use camisinha”, a Sesab propõe uma campanha para o público geral.
Estatísticas
De acordo com dados do Boletim Epidemiológico do Programa Nacional de DST/HIVAids, de 1980 a junho de 2008 foram notificados 506.499 casos de Aids no país. A Bahia, de 1982 a 2008, registrou 9.872 casos em adultos e 345 casos em crianças. Em 2008, foram notificados no estado 479 HIV positivo, sendo 281 em homens e 198 mulheres e 12 em crianças.
Fonte: COREN - DF

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Coma após anestesia

Mulher do rapper americano Usher, a consultora de moda Tameka Foster está internada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, sem previsão de alta. Ela teve parada cardiorrespiratória durante o procedimento de anestesia para lipoaspiração numa clínica, domingo, e passou 24 horas em coma induzido. O rapper, um dos artistas de maior sucesso nos Estados Unidos, cancelou apresentação que faria no prêmio Grammy para vir ao Brasil. Ele chegou com um neurocirurgião americano, que assumiu o caso. O Sírio-Libanês não forneceu detalhes sobre o estado de saúde da paciente, nem informou o nome do médico brasileiro que a operou. Mas a Sony BMG, gravadora do cantor, garantiu que Tameka, que chegou ao País sexta-feira, está consciente, estável e se recupera dos efeitos dos sedativos.“Antes de decidir fazer lipoaspiração, é preciso medir prós e contras”, disse o médico Sérgio Levy, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Segundo ele, São Paulo é o segundo pólo de cirurgia estética e recebe pacientes do mundo inteiro. “Para entender o que houve, é preciso conhecer o pré-operatório. Também quero saber se quem a operou é membro da Sociedade”, afirmou.O rapper Usher é um dos líderes da venda da indústria fonográfica americana. Ele e Tameka são casados há dois anos e têm dois filhos: Usher Raymond, de 2 anos, e Naviyd Ely Raymond, de apenas dois meses.

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Anvisa determina apreensão de lotes de Viagra falsificados

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou na edição desta sexta-feira do Diário Oficial da União a medida que prevê a apreensão de dois lotes do medicamento Viagra que, segundo a agência, são falsificados. De acordo com a Resolução n.º 316, a caixa do medicamento adulterado apresenta data de vencimento em janeiro de 2010, enquanto o verdadeiro vence em outubro deste ano.
Além disso, a resolução n.º 317, também publicada hoje, determina a suspensão da fabricação, distribuição e comercialização do produto Varicell, em cápsula, por não ter registro na agência.As

informações são da Agência Brasil

Criança nasce com 24 dedos na Califórnia

Um menino nasceu na Califórnia, nos Estados Unidos, com 24 dedos perfeitamente formados - seis em cada mão e pé. Nascer com dedos a mais - condição conhecida como polidactilia - não é totalmente incomum, mas é raro um caso em que há dedos a mais em todas as extremidades.
O hospital de Bay Area, onde o menino Kamani Hubbard nasceu, disse que os médicos não perceberam os dedos extras nos exames de ultra-sonografia durante a gravidez e nem mesmo quando a criança nasceu. O pai do bebê, Kris, foi quem percebeu a anomalia.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Italiana em coma chega à clínica onde terá sonda desligada

A italiana Eluana Englaro, que está em estado vegetativo desde 1992, chegou nesta terça-feira em uma ambulância a uma clínica de Udine, no nordeste da Itália, onde nos próximos dias terá desligada a sonda que com alimentos a mantém viva, informa a imprensa local.
A mulher, de 37 anos, deixou a clínica de Lecco, perto de Milão, onde passou os últimos dias e chegou às 2h54 (horário de Brasília) ao centro médico de Udine, que há algumas semanas se mostrou disposto a acolher Eluana dando seguimento à decisão judicial que autoriza proceder com a eutanásia.
Funcionários da clínica explicaram que Eluana Englaro não terá os aparelhos desligados imediatamente, mas esperarão cerca de três dias até que uma equipe de voluntários realize o procedimento.
Segundo os médicos, Eluana pode demorar cerca de 15 dias até morrer.
Aceitando Eluana, a clínica ignora a circular do Ministério da Saúde de 17 de dezembro, na qual proibia que qualquer centro médico público ou privado interrompesse a alimentação de pacientes em estado vegetativo.
As informações são da EFE

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Dengue: mau exemplo dentro do quartel

Unidade onde houve queima de donativos tem porão inundado
Todas as campanhas de combate à dengue repentem, à exaustão, a orientação para eliminar a água acumulada, devido ao risco do surgimento de um novo foco da doença. Embora a cúpula da Saúde do Rio se empenhe com campanhas como a de ontem, reunindo uma multidão no Piscinão de Ramos, os próprios bombeiros, às vezes, dão o mau exemplo. No mesmo quartel de São Cristóvão onde donativos para as vítimas das enchentes foram queimados, há um porão inundado há, pelo menos, algumas semanas.O desrespeito à regra número um de combate aos focos de dengue ocorre dentro do 21º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) — unidade que pertence ao Exército, mas atualmente ocupada pelo Corpo de Bombeiros. “Todos ali dentro sabem que aquela parte está debaixo d’água. Fica aquela água parada ali, um perigo de criar foco de dengue. É incrível que ninguém tome uma providência para limpar aquilo tudo”, diz um bombeiro lotado na unidade.Ontem, O DIA ouviu especialistas para falar sobre os perigos causados pela água parada armazenada num local. Coordenador de Vigilância em Saúde do Estado, Hamilton Garcia explicou: “Desde a tampinha de garrafa até uma calha podem ter foco da dengue. Depósitos ou piscinas abandonadas são os mais propensos para proliferação do mosquito e representam um perigo para sociedade”. Garcia contou ainda que os próprios bombeiros que fiscalizam as denúncias de foco de dengue acabam retornando às mesmas residências ou locais onde vistorias já foram feitas.“Mesmo realizando o Levantamento do Índice Rápido do Aedes (Lira) na cidade, ainda há diversos locais que voltam a ter foco da dengue. Muitos atendimentos são refeitos em períodos curtos. O desafio é conscientizar o morador de que precisa cuidar para não haver possíveis focos novamente”, diz.No site especializado dengue.org.br, o ícone “prevenção” traz a seguinte orientação: “A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença”.