sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Menino tem coração ferido por uma das 42 agulhas


Os exames do menino M.S.A., de 2 anos, que teve 42 agulhas enfiadas no corpo, revelaram que um dos objetos atingiu o coração e provocou infecção. Ontem, ele foi transferido para hospital especializado em tratamentos cardíacos, em Salvador.
Segundo o delegado de Ibotirama, Hélder dos Santos, responsável pelo caso, as agulhas eram colocadas na água benta antes de serem inseridas no organismo da criança.O menino permanece em estado grave, sob efeito de antibióticos, e será observado durante dois dias para os médicos avaliarem o melhor momento de fazer cirurgia para retirada das agulhas que põem riscos a órgãos vitais. Ontem, o juiz Oclei Alves da Silva, da Vara Criminal de Ibotirama (BA), decretou a prisão preventiva por cinco dias dos três suspeitos do crime. O padrasto do bebê, Roberto Carlos Magalhães Lopes, 33 anos; sua amante, Angelina Capistana Ribeiro dos Santos, 47; e Maria dos Anjos do Nascimento, 56, foram detidos na quarta-feira.Segundo o delegado, o motivo do crime foi vingança de Roberto Carlos contra a mãe do menino, com quem brigava muito. O ritual seria uma sugestão de Maria dos Anjos, que era mãe de santo, dona de uma casa de candomblé e tinha o apelido de Bia.
As sessões ocorriam há um mês na casa de Angelina. O padrasto comprava as agulhas, levava o menino para a casa da amante e começava o ritual. A criança bebia a água benta e era mantida acordada durante as sessões, em que eram colocadas de duas a três agulhas.“Ele fez com o objetivo de matar a criança. Era uma forma de se vingar da mulher. Já a Angelina queria ficar com o Roberto Carlos”, disse o delegado para uma TV da Bahia.Ontem pela manhã, por medida de segurança, o padrasto foi transferido para prisão em cidade vizinha, que não foi identificada. A população de Ibotirama ameaçava invadir a delegacia e chegou a arremessar pedras nas janelas. Dentro da cadeia, Roberto Carlos não chegou a ser ameaçado. Ele ficou isolado em uma sala reservada. As duas mulheres continuaram na cadeia da cidade da Bahia, que fica a 690 km de Salvador.Mulheres negam crimeAcusadas pelo auxiliar de pedreiro Roberto Carlos de participarem de ritual de magia negra, as duas mulheres voltaram a negar em depoimento à polícia, ontem, qualquer envolvimento com o crime. “Nunca fiz mal a uma criança. Eu cuido dos meus filhos e netos”, disse Angelina Ribeiro (foto). Maria dos Anjos, que teria sugerido o ritual, também se defendeu dizendo não conhecer o padrasto da criança: “Não sei quem é esse indivíduo”. Ambas permanecem presas na delegacia de Ibotirama..

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Atleta tem parto surpresa


Imagine a cena: uma mulher passa mal e vai ao médico. Ao chegar, é internada por estar em trabalho de parto de gestação que nem sabia existir. Foi o que aconteceu com a atleta chilena Elizabeth Poblete, 22 anos. Ela deu à luz durante um treino de levantamento de peso, há uma semana, em São Paulo. E não tinha a menor ideia de que estava grávida de 6 meses.
Segundo o obstetra Waldemir Rezende, o caso não é raro, pelo menos entre atletas de alta performance. Um dos principais sintomas da gravidez é a ausência de menstruação. Por ser comum estas atletas deixarem de menstruar devido aos exercícios pesados, acabam correndo o risco de se descobrirem grávidas somente na hora do parto. “A prática intensa de exercícios físicos faz com que o organismo produza endorfina. Esse hormônio inibe a produção de outros, responsáveis pela menstruação”, assinala.
Além disso, Waldemir explica que a endorfina também pode neutralizar alguns outros sinais da gravidez, como mal estar, sonolência, dores e cansaço. “Isso acontece porque a substância dá sensação de prazer e bem estar. É por isso que exercícios leves, como hidroginástica, natação e caminhadas são recomendados para as grávidas”, diz o obstetra.
.

domingo, 6 de dezembro de 2009

Dor com data marcada


Metade das mulheres sofre todo mês com as cólicas menstruais. Se forem muito intensas e não melhorarem com analgésicos, podem ser sinais de doenças mais graves.
Todo mês, nada menos do que 50% das mulheres em idade fértil enfrentam dias de intenso sofrimento com as cólicas menstruais. Segundo o professor de pós-graduação do Hospital Fernandes Figueira, Cláudio Crispi, é preciso atenção: se as dores forem muito intensas e impedirem as atividades rotineiras, é provável que sejam sinais de males como infecção no útero e nas trompas, cistos no ovário, varizes pélvicas e endometriose.
Ele alerta que é preciso procurar um ginecologista com urgência em caso de dor que aumenta a cada mês, não passa nem com analgésicos e vem junto com desconforto nas relações sexuais e alterações intestinais. Sentir cólicas não tem a ver com a idade da mulher. De acordo com Crispi, a dor costuma aparecer de forma mais intensa na primeira menstruação e se estabiliza durante a idade fértil. Na menopausa, o desconforto diminui.
GRAVIDEZ AMENIZA PROBLEMA
“A mulher que engravida e se submete ao parto normal também passa a sentir menos cólica. Isso porque o procedimento dilata o colo do útero, facilitando o escoamento da menstruação”, explica Crispi. Mas, calma! Não é preciso engravidar e nem contar os dias esperando a menopausa para se ver livre da dor. O bom e velho analgésico, como a dipirona, e até receitas caseiras, como colocar bolsa de água quente na barriga, ajudam a aliviar o incômodo.“A pílula anticoncepcional também melhora os sintomas. Manter uma alimentação saudável, com pouco colesterol, e praticar exercícios físicos regularmente são outras medidas de apoio”, diz o médico.
Mas há casos em que nada disso adianta. “Às vezes sinto tanta dor que chego ter ânsias de vômito. Tenho dificuldades para trabalhar e estudar. O incômodo é tanto que prejudica minha concentração”, conta a jornalista Patricia Santos, 33 anos. Ela descobriu que tinha endometriose há dois anos, num exame de rotina. Nesse período, já passou por duas cirurgias. “Desde adolescente, eu sentia dores muito fortes. Vomitava, tinha diarreia e pressão baixa. As pessoas diziam que era frescura”, relata. Ela conta que descobriu a doença depois de desmaiar no trabalho devido às dores. Trocou de médico e, duas semanas após a primeira consulta, se submeteu a uma cirurgia. Para a jornalista, no entanto, o maior transtorno foi saber que poderia ter dificuldades para ser mãe, já que a endometriose pode levar à infertilidade.
“Eu não sabia da existência dessa doença. Meus amigos, meus pais, meu marido, ninguém conhecia. Naquele ano, meu plano era engravidar. Comecei os tratamentos cinco meses depois, mas ainda não deu certo”, afirma.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Os segredos da boa alimentação


Cafezinho depois do almoço e jantar não é boa pedida. Pudins e derivados de leite após as refeições também devem ser evitados.
Pouca gente sabe, mas espremer limão na panela ao invés de usar óleo para grelhar o frango ou o peixe evita o acúmulo de gordura no sangue. Já acrescentar aveia no preparo do arroz facilita a digestão. E ainda: beber suco de laranja batido com espinafre potencializa a absorção do ferro. Os conselhos podem parecer exóticos, mas nutricionistas garantem que estes e outros segredinhos ajudam a manter o organismo equilibrado e ainda previnem o aparecimento de doenças.
“Muita gente acha que o café faz mal. Na verdade, ele acelera o metabolismo e ajuda a preservar o fígado”, explica Valéria Barcellos, nutricionista da Lucatto, empresa de alimentação hospitalar.
Mas atenção! Nada de tomar cafezinho depois de almoçar ou jantar. A cafeína prejudica a absorção de nutrientes, como o ferro. A deficiência desse mineral pode causar anemia. Chá verde, mate e café devem ser tomados sozinhos ou acompanhados de pequenas refeições, como lanche da tarde. O mesmo acontece com o leite e seus derivados: devem ser evitados após as refeições.
“É um erro as mães darem Danoninho e sorvete de sobremesa aos filhos. Nosso organismo prefere o cálcio ao ferro. Ou seja, se a criança comeu brócolis no almoço e, na sobremesa, pudim de leite, colocou tudo a perder. O ideal para os pequenos é gelatina e frutas”, afirmar Barcellos.
Já as frutas cítricas, que são ricas em Vitamina C, contribuem na absorção do ferro e ainda ajudam a proteger o organismo de resfriados.
Segundo Valéria Barcellos, é importante consumir leite e derivados, como queijo, iogurte e manteiga, até 10h. Após isso, o ideal é evitar o alimento. “Claro que se for comer na casa de alguém e for estrogonofe, por exemplo, você não vai negar. Mas o ideal é compensar no dia seguinte com um prato de bife, salada e suco de laranja”, indica a nutricionista.
O consultor de Marketing Eduardo Canastra, 35 anos, foi obrigado a conhecer os segredos da boa alimentação. Ele aprendeu a comer corretamente há oito anos, depois de passar por uma cirurgia de redução de estômago. Emagreceu 60 quilos. “Quando almoço com outras pessoas, não fico apontando o que é certo ou errado no prato dos outros, só quando me perguntam”, conta.
A nutricionista Amanda Bibiano lembra que, antes de seguir receitas indicadas por conhecidos, o ideal é procurar um profissional apto a elaborar dieta específica para a sua necessidade.
“O que é bom para uns, pode não ser para outros. Quem sofre de doenças crônicas, como diabete e gastrite, por exemplo, deve se preocupar mais com a ingestão de certos tipos de alimentos que uma pessoa saudável não precisaria”, esclarece a nutricionista. “Café para quem tem gastrite, por exemplo, é ruim em qualquer hora”.
MITOS E VERDADES
CHÁ VERDE
Bom para digestão, mas não deve ser tomado após o almoço. O ideal é no meio da manhã ou depois de praticar atividades físicas, pois ajuda a eliminar as toxinas. Mate, chá preto e café também devem ser evitados após almoço e jantar.
GENGIBRE
Pode ser usado como uma espécie de chá, no combate às constipações (prisão de ventre), secreções do nariz e rouquidão. Basta ferver 2 fatias de raiz fresca de gengibre, durante 10 minutos. Pode-se adicionar mel para adoçar.
INGERIR LÍQUIDOS DURANTE AS REFEIÇÕES
O hábito não engorda, mas causa aumento do abdômen, ocupando o espaço da comida
AZEITE
Ajuda a aumentar o colesterol bom, o HDL. Porém, não pode ser levado ao fogo, pois se transforma em gordura saturada
TOMATE
Ajuda a combater o envelhecimento e doenças cardiovasculares. Mas evite as sementes
LEGUMES
melhor que sejam cozidos com a casca, para conservar as vitaminas. O ideal é usar o mínimo de água possível. Para aproveitar todas as vitaminas e proteínas, use essa água para preparar arroz, feijão, lentilha e macarrão.
FIBRAS
Substitua a massa branca pela integral. A fibra ajuda na digestão e é fonte de energia.
SUCOS DE FRUTAS RICOS EM VITAMINA C
Prefira beber combinando com vegetais folhosos escuros. O suco deve ser consumido logo que fica pronto, pois a vitamina C perde suas propriedades em contato com a luz e com o ar.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Dor de cabeça nossa de cada dia

Mais de 70% da população brasileira enfrentou o problema no último ano, aponta estudo. E 7% sofrem de cefaleia crônica diária, que é desencadeada pela automedicação. A melhor forma de evitar o mal é fazer exercícios físicos.

Um estudo da Sociedade Brasileira de Cefaleia comprovou que o brasileiro tem muita dor de cabeça. Em cada grupo de 100 pessoas, 72 sentiram esse tipo de dor no último ano, segundo o primeiro mapeamento sobre esse tema realizado no País. E pior: 7% dos entrevistados têm cefaleia crônica diária, mais do que o dobro da média mundial, que é de 3%.
“Essas pessoas têm dor de cabeça por 15 ou mais dias em um mês. E isso causa sérios prejuízos à vida, ao trabalho e à convivência familiar”, explica o neurologista Luiz Paulo de Queiroz, autor do estudo apresentado no Congresso Brasileiro de Cefaleia, em Vitória.
De acordo com ele, a falta de acesso a médico e o hábito de se automedicar são os principais fatores que levam o mal a se tornar crônico. “Com o tempo, o cérebro se acostuma a receber o analgésico e passa a causar dor para receber aquela substância”, conta o médico, acrescentando que essas pessoas devem buscar ajuda médica para desintoxicação.

Queiroz explica que há mais de 150 tipos de dores de cabeça, mas duas delas acometem 90% dos que têm o problema: a enxaqueca e a dor de cabeça tensional, aquela que pode ser desencadeada por cansaço, preocupações ou má postura, por exemplo. “Mulheres têm mais enxaqueca, que está muito relacionada a hormônios. Já os homens com mais escolaridade e baixo rendimento financeiro sentem dor de cabeça tensional mais frequentemente.”
A boa notícia é que atividade física ajuda a prevenir o sofrimento: o estudo apontou que pessoas que não fazem exercícios têm duas vezes mais risco de ter cefaleia crônica diária do que os que se exercitam regularmente. Nos casos de enxaqueca, sedentários têm risco 43% maior de ter o problema. “A produção de endorfina, que ocorre durante o exercício, diminui a sensibilidade cerebral à dor”, diz o médico.
Além da prática de exercícios, outra dica para os que querem fugir das dores de cabeça é evitar jejum prolongado. “A falta de alimento provoca queda na pressão e desencadeia uma reação química cerebral que causa a dor”, explica a neurologista Eliana Meire Melhado, da Faculdade de Medicina de Catanduva.

A gravidez como remédio


Mulheres têm maior risco de ter enxaqueca — a proporção é de três mulheres com esse tipo de dor para cada homem. A boa notícia é que a gravidez pode ser um remédio eficaz. Estudo da Unicamp mostrou que 63% das gestantes que têm enxaqueca ficam livres da dor ou relatam menos dor após engravidarem.
“Durante o ciclo menstrual, o estrogênio cai e o cérebro das mulheres que têm enxaqueca interpreta essa queda como dor. Na gravidez, há aumento de até 100 vezes da quantidade de estrogênio, que chega a curar a dor”, diz Eliana Melhado.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Rio: líder em câncer de mama

Estado é o primeiro do País no ranking de incidência da doença e registrou cerca de 1.800 óbitos em 2007.

Quase 8 mil casos de câncer de mama devem surgir até o fim de 2009 no Estado do Rio. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), cerca de 1,8 mil mulheres morreram pela doença em 2007. Dados colocam o Rio como o primeiro no ranking de incidência desse câncer, seguido por Rio Grande do Sul e São Paulo.
O vice-diretor do Hospital III do Inca, Carlos Frederico Lima, afirma que não há justificativas concretas para a alta nos números. Mas alguns fatores podem favorecer o aumento da incidência, como idade, sobrepeso e histórico familiar.

O câncer de mama não é hereditário. A cada 100 casos de mulheres com a doença, somente 10% apresentaram histórico de câncer de mama na família. Mulheres que não praticam exercícios físicos, fazem uso de bebidas alcoólicas e se submetem a terapia de reposição hormonal estão no grupo de risco. Esses três fatores contribuem para que o câncer de mama se desenvolva”, explica.
O médico ressalta que estudos comprovam diminuição de 30% na incidência em mulheres que passaram a se alimentar corretamente e a praticar 30 minutos de atividades físicas, três vezes por semana.
“Ter hábitos saudáveis diminui muito a chance de desenvolver a doença. Não beber e não fumar são ações que diminuem o risco não só do câncer, mas de doenças cardiovasculares. Mulheres com mais de 50 anos devem ir ao ginecologista a cada seis meses para o exame clínico das mamas”, aconselha.
O câncer de mama costuma aparecer com mais frequência a partir dos 40 anos. O sintoma palpável é o nódulo ou tumor no seio, acompanhado ou não de dor. O auto-exame não é suficiente para detectar, sendo o exame clínico e a mamografia os mais indicados. Quanto mais cedo o câncer é detectado, maior é a chance de cura. No Brasil, o câncer de mama é responsável pelo maior número de mortes entre mulheres. Em 2007, foram mais de 11 mil óbitos no País.

domingo, 1 de novembro de 2009

ONU: 13,2 milhões de crianças morrerão em 5 anos por doenças

O objetivo marcado pela Organizaçao das Nações Unidas (ONU) de reduzir a mortalidade infantil em dois terços até 2015 está, por enquanto, longe de ser alcançado e continuará assim se não forem destinados recursos para combater a pneumonia infantil, uma doença que mata a cada ano 1,8 milhão de menores de 5 anos no mundo. Segundo a organização, se a atual tendência de mortalidade infantil se mantiver, cerca de 13,2 milhões de crianças nesse faixa etária morrerão entre 2010 e 2015, um número que só poderá cair consideravelmente se diminuírem os casos de pneumonia.
Esta é a principal mensagem lançada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) ao apresentar neste domingo, por ocasião do primeiro Dia Mundial contra a Pneumonia, seu plano de ação global para a prevenção e controle da doença.
Apesar disso, lamentam estas organizações, são destinados relativamente poucos recursos para acabar com esta praga. Com as intervenções propostas pela OMS e pelo Unicef, os casos de pneumonia poderiam ser reduzidos em 67% nesse período, o que significaria salvar 5,3 milhões de vidas.
Outras 860 mil mortes de menores de 5 anos poderiam ser evitadas nesse período apenas mediante a amamentação materna exclusiva durante seis meses, uma prática sem custo que serve também para prevenir a pneumonia.
O documento destaca que, ao longo dos últimos 20 anos, foi comprovada a eficácia de diversas estratégias contra a pneumonia infantil, como as vacinas contra o Streptococcus pneumoniae e contra o Haemophilus influenzae b, os dois principais agentes bacterianos desta doença.
Além disso, as vacinas contra o sarampo e a coqueluche contribuem para reduzir a mortalidade pela pneumonia. Junto com estas medidas, o aleitamento materno e a melhora das condições de moradia também têm um importante papel no controle da pneumonia.
Outras intervenções promovidas para reduzir a pneumonia são uma adequada nutrição, o hábito de lavar as mãos e os suplementos de zinco para as crianças com diarréia.
O custo de todas estas intervenções previstas no plano de ação para proteger, prevenir e tratar a pneumonia nos 68 países do mundo com maior mortalidade infantil é de US$ 39 bilhões para o período 2010-2015, afirma o documento.
O plano de ação global afirma que nada será alcançado sem uma ação urgente sobre a pneumonia dos Governos, Ministérios da Saúde e parceiros que apoiem o processo em nível global.

As informações são da EFE.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

A incrível história do homem azul


Americano tomou substância sem receita médica para tentar tratar de um problema de pele e acabou ganhando coloração incurável
Um americano inaugurou a luta contra um novo tipo de preconceito com pessoas de cor. De cor azul. Há uma década, Paul Karason, 58 anos, tem o rosto colorido de um tom azul escuro causado, segundo ele, por reação de sua pele a um tipo de substância, o prata coloidal. Tudo começou há 14 anos quando Karason sofreu caso severo de dermatite, que causava coceira, inchaço e vermelhidão. Ele resolveu se automedicar com a substância, usada para tirar prata de metais.
Desobedecendo recomendações do órgão americano que regulamenta medicamentos, ele esfregou a substância na pele e até a bebeu.
“A mudança foi tão gradual que nem eu, nem as pessoas que convivem mais tempo comigo perceberam. Uma vez, entretanto, um amigo que me visitava na casa de meus pais, perguntou: ‘O que você fez?’”, lembra. O homem azul mudou de casa — do estado americano do Oregon para a Califórnia — e tenta evitar lugares públicos.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Pessoas saudáveis que tomam antidepressivo ficam menos irritadas

Um estudo feito na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) concluiu que tomar baixas doses de antidepressivos altera o humor de pessoas saudáveis. Elas se irritam menos e ganham mais tolerância e eficiência.

A pesquisa analisou 120 voluntários rigorosamente saudáveis – eles não poderiam ter pais, irmãos, avós, tios ou primos com nenhum sintoma de doença psiquiátrica. Por 12 semanas eles tomaram aleatoriamente duas pílulas. Uma continha 40 miligramas de antidepressivos – doentes usam doses a partir de 75 mg – e a outra não tinha nenhum princípio ativo. Depois, especialistas analisaram as mudanças em diversas áreas da saúde mental e física – agressividade, personalidade, sono, alimentação e o cérebro.
Nas semanas em que tomaram os medicamentos, cerca de 30% dos voluntários apresentaram sensíveis melhoras no humor. Eles passaram se irritar menos e tolerar mais as situações adversas. Além disso, passaram a prestar mais atenção em suas tarefas diárias. No trabalho, eles ficaram menos aflitos com as exigências simultâneas e erraram menos. Nas semanas em que não tomaram os remédios, não relataram mudanças.

Entre os efeitos colaterais da medicação estavam sono picado – os pacientes passaram mais momentos da noite com sono leve – e aumento ou diminuição do apetite. Esses efeitos aconteciam com todos os pacientes que passaram pelo tratamento.

Os pesquisadores não sabem explicar por que os remédios causaram essas mudanças, nem por que as alterações aconteceram somente com um terço dos voluntários. Essas pessoas eram menos medrosas, irritadas e impulsivas e mais resilientes – aceitavam com mais facilidade e resignação os problemas da vida.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Mulher do futuro será gordinha


Pesquisa americana indica que população feminina também terá menos altura e um período fértil mais longo.
Mais baixas, rechonchudas, com o coração saudável e bastante férteis. Este será o perfil das mulheres do futuro, segundo pesquisa da Universidade de Yale, nos Estados Unidos. Cientistas perceberam que aquelas com mais filhos possuíam esses traços, que seriam repassados às descendentes. Caso a tendência persista por dez gerações, em 2409 a mulher será 2 cm mais baixa e 1 kg mais pesada, em média. Além disso, dará à luz o primeiro filho 5 meses mais cedo e entrará na menopausa 10 meses mais tarde que a média atual.
Mãe de três filhos, a atriz Fabiana Karla, 33 anos, em cartaz no Shopping da Gávea com a peça ‘Gorda’, vibrou com a pesquisa. “Sou gordinha, mas minha pressão, meus hormônios e colesterol são ótimos.” Fabiana conta que a cada seis meses faz série de exames e que ainda pretende ter mais filhos. Segundo ela, a fertilidade é de família: a avó paterna teve 15 filhos e a materna, cinco.
Os pesquisadores tiveram acesso a históricos médicos, desde 1948, de mais de 14 mil moradores da cidade de Framingham, Massachusetts. Segundo Stephen Stearns, biólogo evolucionista da universidade, foram estudadas 2.238 mulheres que haviam passado da menopausa.
A equipe cruzou dados como altura, peso, pressão arterial e colesterol com o número de crianças a que as mulheres deram à luz. Segundo Stearns, mulheres pequenas, mais gordas e com colesterol e pressão baixos tendiam a ter mais crianças. Além disso, o grupo teve o primeiro bebê na juventude e entrou na menopausa mais tarde. “A surpresa foi que estas características foram passadas para suas filhas que, por sua vez, também tiveram mais crianças”, disse o pesquisador.
“A Mulher-Maravilha que se cuide”, festeja a atriz Fabiana Karla, mãe de Laura, 11 anos, e Beatriz, 12, além de Samuel, 10.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Mulher dá à luz na rua com auxílio de PMs na Tijuca



Bebê nasceu momentos após a mãe acenar para a uma viatura. PMs que faziam patrulhamento na região pensaram se tratar de uma vítima de bala perdida.





O nascimento de um bebê serviu para dar uma aparente trégua aos confrontos armados entre traficantes rivais e a polícia no Morro da Formiga, na Tijuca, na Zona Norte do Rio, na madrugada desta sexta-feira. Com o auxílio de policiais militares do Batalhão de Choque (BPchoque), a dona de casa Kátia Maria Gonçalves, de 36 anos, moradora da comunidade, deu à luz um menino. Improvisado, o parto foi realizado na calçada, num dos acessos à favela, em meio aos olhares emocionados da tropa.

A mãe e o bebê foram levados em uma viatura para o Hospital Ordem Terceira do Carmo, onde receberam atendimento médico. O menino recebeu o nome de Mateus. Ele nasceu com cerca de 2,6 quilos, medindo aproximadamente 40 cm. O pai da criança, o axiliar de serviços gerais Vanderclei Bento dos Santos, de 26 anos, foi quem pediu ajuda aos policiais, que faziam o patrulhamento na região.
"Minha mulher começou a sentir dor e resolvi levá-la para o hospital. Ainda pensei em chamar um táxi, mas não dava mais tempo", disse o pai. "Acenei para a viatura da polícia que passava na rua. Ela nem chegou a entrar no carro, quando o meu filho veio ao mundo. Os policiais me ajudaram a segurar a criança. Graças a Deus, ele nasceu com saúde", lembrou Vanderclei, ainda muito emocionado. A mãe e o bebê serão transferidos para a maternidade do Hospital do Andaraí.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Teste em grávida evita contágio de vírus perigoso em bebê

Diagnóstico no pré-natal impede transmissão do HTLV, causador de problemas neurológicos degenerativos.


O HTLV — vírus que causa problemas neurológicos degenerativos e alterações no sangue responsáveis pela leucemia — poderia deixar de ser transmitido das mães contaminadas para seus bebês se o teste de diagnóstico fosse oferecido no pré-natal. Mas o exame, que desde 1993 é obrigatório nos doadores de sangue, não faz parte dos procedimentos que, segundo o Ministério da Saúde, devem ser oferecidos às grávidas. De acordo com especialistas, muitas vezes o teste-diagnóstico não costuma ser indicado nem na rede privada de hospitais. “Estamos lutando para a inclusão da testagem para HTLV nos exames pré-natal da rede pública, pois hoje ele não é oferecido para a gestante. Se ela souber que é portadora do vírus, poderá evitar a transmissão para o bebê. É só a mulher não amamentar, já que o vírus pode ser transmitido no aleitamento”, ressalta Sandra do Valle, que faz parte da Associação Lutando para Viver, dos pacientes do Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas (Ipec) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).Na semana passada, Sandra e outros pacientes foram à Alerj pedir mais atenção aos portadores da doença. Além de ser transmitido pelo leite, o vírus pode ser passado por transfusão de sangue, sexo e compartilhamento de agulhas e seringas. “A doença tem caráter progressivo e é incapacitante. O paciente vai perdendo a força nos membros inferiores e evolui para a cadeira de rodas”, explica a infectologista da Fiocruz, Ana Claúdia Leite. “Nos bebês, aumenta muito o risco de leucemia”, acrescenta.

AUSÊNCIA DE SINTOMASUm dos grandes problemas que facilita a transmissão é que o HTLV não provoca sintomas em 95% dos que são portadores do vírus. “A grande preocupação é o fato de ser uma doença em que apenas 5% dos portadores vão desenvolver quadros neurológicos degenerativos. Não temos hoje uma estratégia de prevenção e informação à população, já que os outros 95% assintomáticos transmitirão o vírus sem nunca ter doença alguma. E como saberemos que uma pessoa infectada fará parte dos 5% ou dos 95%? A prevenção e a informação são fundamentais”, observa o infectologista da Fiocruz Marcus Tulius. Só na Fiocruz, 900 pacientes com a doença são acompanhados. “Por ser uma doença desconhecida até pelos médicos, não existe notificação em todo o país. Trata-se de uma doença negligenciada até mesmo na notificação. Na Fiocruz, já estamos trabalhando no limite da capacidade. Somos apenas quatro médicos para tratar de todos os pacientes”, afirma Ana Cláudia.

sábado, 12 de setembro de 2009

Ivete Sangalo faz último show antes do parto


Bahia - Ivete Sangalo fez ontem o último show antes do parto de seu primeiro filho, marcado para outubro. Mesmo com o barrigão, a cantora pulou e levantou a multidão com hits como "Festa", "Berimbau Metalizado" e canções de seu último álbum. Ivete deve voltar aos palcos somente no Revéillon, quando comanda o Enchanté, em Salvador.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Contra gripe suína e outras doenças



Hábito de lavar as mãos ajuda a eliminar diversas bactérias e vírus


Lavar as mãos várias vezes ao dia virou hábito indispensável em tempos de guerra à gripe suína. Mas a prática também tem se mostrado eficiente no combate a doenças provocadas por outros vírus, parasitas e bactérias. A limpeza constante acaba com o risco de diarreias e infecções, como hepatite-A.

Para o virologista Davis Ferreira, da UFRJ, a onda de higiene evita que a população se contamine pelo Rotavirus — que provoca diarreia infantil —, além de Rinovírus (tipo de resfriado que ataca crianças) e Adenovírus (que, além de resfriado, causa também conjuntivite). “Praticamente todos esses vírus, muitos transmitidos por vias respiratórias, são eliminados com água e sabão, que todo mundo tem em casa”, destaca Ferreira. Para o infectologista Edmilson Migowski, as crianças são as mais beneficiadas com a medida. “Elas ainda estão se habituando a incorporar a higiene permanente e, por isso, correm mais riscos. Escolas tinham de incorporar práticas simples, como lavagem das mãos, independentemente de qualquer pandemia”, defende.O superintendente de vigilância em saúde da Secretaria Municipal de Saúde, José Cerbino, diz que ainda é cedo para avaliar o impacto positivo das medidas de higiene, mas afirma que ele acontecerá. “Essas doenças não precisam ser notificadas, o que impede contabilizar o número de pessoas afetadas na capital. Mas as medidas vão, sim, evitar novos registros”, aposta

sábado, 8 de agosto de 2009

Rio registra anualmente cerca de 800 mortes por tuberculose

Em tempo de gripe suína, pouco se fala de outra doença mais grave e de fácil contágio. A tuberculose mata cerca de 5 mil brasileiros por ano, embora haja tratamento eficaz em quase 100% dos casos. O Rio de Janeiro é o campeão nacional de contaminação e de mortes pela doença, com quase 800 óbitos por ano e o maior índice de contaminação - 82 casos por 100 mil pessoas, praticamente o dobro da média nacional, de 44 casos por 100 mil habitantes.

Os dados foram divulgados esta semana, na Assembleia Legislativa do Rio, pelo coordenador do Fórum de Organizações Não Governamentais Tuberculose Rio, Carlos Basília, durante encontro de especialistas e lideranças comunitárias. O encontro marcou o Dia Estadual de Combate à Tuberculose. Segundo ele, apesar de a doença ser conhecida há mais de um século e de existirem medicamentos gratuitos, o maior problema é a dificuldade de acesso aos postos de saúde e a falta de continuidade no tratamento.

“Existe dificuldade de acesso ao serviço público para o diagnóstico precoce, a fim de dar início ao tratamento. É preciso enfrentar filas e mau atendimento, retirar senhas e ter que voltar em outros dias, o que afasta a população”, criticou Basília. Além disso, muitas pessoas param de tomar os remédios antes do fim do tratamento, assim que os sintomas diminuem, o que leva a uma forma resistente de tuberculose.

Para ele, a falha principal está no reconhecimento da doença ainda nas fases iniciais, quando o tratamento é mais efetivo e o risco de contaminação menor, por falta de profissionais integrados no Programa de Saúde da Família (PSF). “É preciso criar estrutura. No Rio de Janeiro, a cobertura é de apenas 4%”, apontou.

De acordo com Basília, na cidade do Rio, a concentração de casos é nas favelas, pela proximidade que as pessoas convivem, o que facilita o contágio pelo ar. Na Rocinha, segundo estatística do Ministério da Saúde, o índice de contaminação é de 500 casos por 100 mil habitantes, mais de dez vezes o do Brasil.

Os principais sintomas da tuberculose são tosse por mais de 15 dias, falta de apetite, emagrecimento, palidez, febre baixa no fim da tarde, dor no peito e suor noturno. Em caso de suspeita, é preciso procurar qualquer posto de saúde para realizar os exames. O tratamento da tuberculose é totalmente gratuito e as chances de cura são praticamente garantidas, se o paciente tomar os medicamentos durante todo o período recomendado

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Início das aulas na rede estadual é novamente adiado


Alunos da rede estadual ficarão mais 12 dias em casa. Nesta quarta-feira, o secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, anunciou que, em decorrência da gripe suína, as aulas do segundo semestre só serão inciadas no próximo dia 17. A recomendação serve como modelo para as redes municipal e privada.

Na próxima quarta-feira, uma nova reunião será organizada. No encontro, as autoridades decidirão se a data de início (dia 17) será mantida ou se um novo adiamento será recomendado.

O encontro desta quarta-feira teve a participação do Governador Sérgio Cabral, o secretário estadual de Saúde, Sérgio Côrtes, a secretária estadual de Educação, Teresa Porto, e o secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso.

De acordo com a secretária Teresa Porto, caso sejá mantida a data do dia 17 para o início das aulas na rede estadual, o ano letivo será encerrado no dia 22 de dezembro. Oito sábados será utilizados para que o calendário seja cumprido.

"Esta decisão foi tomada por excesso de zelo e preocupação que o governo está tomando, principalmente por causa da quantidade de mulheres que trabalham na rede estadual. Atualmente, cerca de 80% dos servidores das escolas são mulheres e existem muitas gestantes", disse a secretária.

domingo, 2 de agosto de 2009

Punição a obstetra pode sair até 2010


A Justiça determinou ontem que a Prefeitura do Rio pague mensalmente R$ 900 a Manuela Costa, 29 anos, que perdeu o bebê que esperava, dia 4, após ser dispensada pelo obstetra José Roberto Tisi Ferraz, do Hospital Miguel Couto, na Gávea, e ser encaminhada para maternidade em São Cristóvão. Na ocasião, Ferraz rabiscou no braço da paciente números de ônibus que deveria pegar até a Zona Norte. O dinheiro pagará tratamentos pós-operatório e psicológico.

A decisão é da juíza Cristiana Aparecida de Souza Santos, da 8ª Vara da Fazenda, que atendeu ao pedido de antecipação de tutela feito pelo advogado Michel Assef. A Procuradoria Geral do Município informou que até ontem não havia recebido a decisão, mas que a ordem será “analisada com rigor para resguardar o interesse de ambas as partes”.

Manuela poderá receber o valor pelo tempo necessário para sua recuperação, mas terá de comprovar as despesas. Seu advogado lembrou que a medida é paliativa. “Aguardamos a sentença por perdas e danos, cujo valor será determinado pela Justiça. Também esperamos o desfecho da ação penal”, disse Assef.

Manuela chegou com dores no Miguel Couto. Ela estava com 7 meses de gravidez e Ferraz constatou risco de parto prematuro. Sem vagas para interná-la, ele a mandou tentar vaga na Maternidade Fernando Magalhães, em São Cristóvão. O bebê morreu.

A 14ª DP (Leblon) já concluiu as investigações do caso, e enviou relatório ao Ministério Público indicando possível crime de omissão de socorro. Os promotores ainda não decidiram se vão denunciar Ferraz à Justiça .
O médico segue afastado da Secretaria Municipal de Saúde e responde a inquérito administrativo, que pode acabar em demissão. A Secretaria de Administração tem até 20 de janeiro para decidir. Ferraz também é avaliado pelo Conselho Regional de Medicina (Cremerj).

quarta-feira, 29 de julho de 2009

Felipe Massa deixa a UTI, mas permanecerá em hospital até domingo

A assessoria de Felipe Massa anunciou nesta quarta-feira que o piloto brasileiro seguirá internado no Hospital Militar de Budapeste até domingo. No entanto, o piloto da Ferrari já deixou a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e seguirá a recuperação do grave acidente no treino de classificação do GP da Hungria em um quarto comum.

O pai do piloto, conhecido como Titônio, ainda disse que, depois da alta hospitalar, Massa dará continuidade à recuperação na Europa. O brasileiro passou por uma cirurgia para retirada de fragmentos ósseos do rosto.

"Dependendo da palavra dos médicos, ele poderá continuar o tratamento em Paris. Se a evolução continuar tão favorável que dispense essa necessidade, ele irá diretamente para sua casa em Mônaco. A alternativa de voltar a São Paulo neste primeiro momento não está sendo considerada", explicou.

Nesta quarta-feira, Massa passou por uma ressonância que mostrou diminuição do edema. Fora isso, o brasileiro deu os primeiros passos dentro da UTI e se comunicou normalmente com os visitantes.

sábado, 25 de julho de 2009

Lula conversa por telefone com José Alencar após cirurgia

O vice-presidente da República, José Alencar, 77 anos, conversou por telefone com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva neste sábado, segundo a Globonews. Lula estava no Paraguai, onde fechou o acordo de Itaipu, e voltou neste sábado para o país, reassumindo a presidência da República, que estava interinamente com o vice-presidente.

Alencar, que luta por um câncer desde 1997, passou pela 15ª cirurgia nesta sexta-feira. Segundo o boletim do Hospital Sírio Libanês, ele se recupera bem. Alencar, que está na UTI, teria se sentado por alguns minutos na cama.

Alencar foi submetido a uma colostomia, procedimento em que parte do intestino é conectada a uma bolsa no exterior do corpo. No dia 25 de janeiro, o vice-presidente passou por uma operação de 17 horas para a retirada de tumores no abdome. Em maio, exames localizaram novos tumores no mesmo local. O vice-presidente decidiu, então, submeter-se a um tratamento experimental nos Estados Unidos para combater a doença.

domingo, 19 de julho de 2009

Virose pode causar doença cardíaca que jovem teve


A cardiomiopatia dilatada é uma doença do músculo cardíaco. A criança pode nascer com o problema ou desenvolver depois, a ter uma virose que inflama e aumenta o músculo, segundo o diretor geral do Instituto Nacional de Cardiologia do Rio (INC), Marco Antonio de Mattos.

Segundo Alexandre Siciliano, coordenador do Programa de Transplantes do INC, a unidade tem um protocolo, que está em análise, para o uso de células-tronco com coração artificial na recuperação de cardiomiopatias.

“Hoje, quando um paciente está na fila de transplante e não pode esperar, é usado um coração artificial. E há sinais de recuperação quando retira o artificial e vai fazer o transplante. Mas em apenas 5% dos casos é possível não transplantar”.

Coração volta a bater

Uma jovem britânica, que havia recebido um transplante cardíaco por sofrer de uma grave doença, recuperou “por milagre” as funções de seu coração original, revelou o jornal britânico ‘The Lancet’ em sua edição ontem. A jovem viveu com os dois corações durante dez anos, mas há três anos sofreu rejeição do órgão transplantado e, quando parecia condenada, seu coração original se recuperou, de forma inexplicável, o que foi considerado um caso inédito.

Em julho de 1995, aos dois anos de idade, Hannah Clark, hoje com 16, sofria de uma forma grave de cardiomiopatia e recebeu o transplante, mas os médicos deixaram o coração original da criança no local, em repouso. Anos depois, a jovem britânica desenvolveu câncer, como efeito colateral ao tratamento para evitar a rejeição. Após o fracasso de vários ciclos de quimioterapia, os médicos reduziram os medicamentos anti-rejeição.

Em 2005, os médicos constataram que o coração transplantado apresentava sinais de insuficiência, mas que o original voltara a funcionar, normalmente, o que permitiu retirar o órgão transplantado em 20 de fevereiro de 2006.

Hoje, três anos depois, Hannah está completamente recuperada do câncer e seu coração funciona normalmente, revelou Sir Magdi Yacoub, professor do Imperial College de Londres. “A recuperação do coração não tem explicação”, disse o especialista, emocionado. “Não tenho de tomar mais nenhum remédio, a não ser inalador para minha asma. Estou feliz porque vou começar a trabalhar com animais. Antes não podia fazer isso porque os pelos podiam afetar meu pulmão”, disse Hannah, exultante.

terça-feira, 14 de julho de 2009

As verdades da Carochinha

Médicos americanos lançam livro reunindo pesquisas que derrubam ideias sobre corpo e saúde tidas há anos como inquestionáveis. Entre elas, a de que frio causa gripe, comer à noite engorda e cortar cabelo faz fios crescerem fortes!!!

* Quem, desde criança, não foi advertido a não engolir o chiclete porque ele gruda no estômago? A não andar descalço, pois frio causa resfriado? E não comer à noite sob risco de engordar? Teriam as recomendações algum fundo de verdade? Não, segundo os pesquisadores americanos Aaron Carrol e Rachel Vreeman, que lançaram, nos EUA, o livro ‘Não engula o seu chiclete - mitos, meias verdades e mentiras sobre o corpo e a saúde’.
* O gastroenterologista José Figueiredo Penteado, professor da UFRJ, concorda quando os pesquisadores afirmam que é mentira a história do chiclete: “O aparelho digestivo elimina todos os objetos estranhos”.
* Em relação aos resfriados e gripes, eles não têm relação com mãos e pés frios. Estas doenças são, na verdade, consequência do fato de as pessoas se aglomerarem em locais fechados para escapar do frio e se tornarem mais passíveis de ‘pegar’ o vírus de quem está ao lado, diz o livro. Outro dos trabalhos citados no livro foi feito na Suécia e revelou que o ganho de peso está ligado apenas à quantidade de calorias consumidas ao longo do dia, e não ao horário — engorda-se do mesmo jeito, de dia ou à noite.
*Mais uma das supostas verdades é a de que cortar o cabelo o faz crescer mais forte e rápido. “O cabelo é composto por células mortas, portanto o corte não interfere. Ocorre é que quando se corta com frequência o crescimento é mais observado, dando a impressão de que os fios crescem mais”, esclarece a dermatologista Regina Schechtman, da Santa Casa de Misericórdia.

Ideias em que muitas mães acreditam

Quem é mãe já ouviu dizer que a febre pode ser sintoma do nascimento de dentes no bebê, mas Aaron e Rachel garantem que é mito. “Realmente existe este conceito, mas não é correto afirmar que a febre é um sintoma da erupção dentária. O bebê poderá ter período de irritabilidade, pois pode haver incômodo local onde nascerá o futuro dentinho”, explica Alberto Chacur, chefe da pediatria do Hospital São Vicente de Paulo.
Outro mito apontado é o de que mulheres que amamentam podem consumir bebidas alcoólicas moderadamente. Segundo Chacur, o álcool passa pelo leite materno e pode causar danos ao bebê. “Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas altera os níveis hormonais que favorecem a lactação. Por isso deve ser evitado durante o período”, alerta. Outro mito apontado é o de que açúcar deixa a criança hiperativa. “Não há comprovação científica que sustente essa tese”, diz o pediatra.

domingo, 12 de julho de 2009

Sexo diário melhora o esperma e aumenta chances de gravidez, diz estudo

Ciêntistas pedem cautela, porém para que, produz pouco espermatozóide !!!!!!
Pesquisadores da Sociedade Européia para reprodução e Embriologia afirmam em novo estudo Australiano que fazer sexo todos os dias melhora a qualidade do esperma e aumenta as chances de gravidez.
O estudo foi apresentado em um seminário na Holanda. De acordo com os cientistas, análises apontam que 8 em cada 10 homens apresentaram uma melhora média de 12% nos danos do DNA do esperma depois de sete dias de ejaculação diária.
O conselho geral para os casais tem sido : fazer sexo a cada 2 ou 3 dias.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Claudia Leitte estrela campanha de aleitamento materno do Ministério da Saúde



Claudia Leitte é a mais nova estrela da Campanha de Aleitamento Materno do Ministério da Saúde.
A cantora posou para fotos e gravou o comercial ao lado do filho, Davi, de 5 meses. É a segunda vez que a cantora participa de uma campanha do Ministério. A primeira foi na última fase da Campanha de Vacinação contra a Rubéola.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Ouvido de super-heroína


Ciência comprova que mães ouvem choro dos bebês mesmo em ambientes barulhentos.
Quando Gabriele, 15 dias, começa a chorar, a mãe, Raquel Ellen Bastos, 27 anos, não consegue ouvir mais nada: só quer dar conforto à filha. Mas o ouvido aguçado não é privilegio de Raquel. Pesquisa da Emory University, em Atlanta (Estados Unidos), sugere que, quando um bebê chora, o cérebro da sua mãe é capaz de diminuir o “volume” de todo o resto do ambiente.
Se as outras luzes do palco estão todas acesas, o refletor não destaca tanto o artista. Mas, se está tudo na escuridão, o mesmo refletor destaca o cantor”, compara o pesquisador Robert Liu, que participou do estudo. “Há uma redução na atividade das áreas do córtex auditivo que não estão direcionadas especificamente para o chamado do filhote”.
Durante o estudo, cientistas utilizaram fêmeas de camundongo com e sem filhotes. Eles gravaram o chamado de filhotes, exibiram para todas elas e observaram a atividade cerebrais. As áreas relacionadas à frequência dos gritos dos filhotes ficaram ativas nos dois grupos. Entretanto, o restante do córtex auditivo das camundongos- mães se “apagou” com mais intensidade e durante mais tempo.
Pesquisadores explicam que isso ajuda a mãe a reconhecer os chamados de um bebê mesmo que num ambiente muito barulhento.
De acordo com Liu, ainda não se sabe como ocorrem tais mudanças no cérebro materno — mas provavelmente hormônios o reprogramam para ‘desligar’ com mais facilidade áreas auditivas não utilizadas para escutar bebês.

sábado, 20 de junho de 2009

Oito milhões de crianças foram vacinadas contra a poliomielite, segundo balanço parcial


O balanço parcial da primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, divulgado pelo Ministério da Saúde, indica que 8.007.284 crianças menores de cinco anos receberam a vacina neste sábado em todo o país - uma cobertura de 51,68% da meta, que é imunizar 14,7 milhões de crianças.Os dados parciais foram enviados pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde até as 17h. De acordo com nota do ministério, as informações projetam o cumprimento da meta da campanha de vacinar 95% de toda a população nessa faixa etária (15,5 milhões).
As secretarias vão continuar atualizando os dados nas próximas semanas. A segunda etapa da vacinação será no dia 22 de agosto.Com o slogan "Não dá pra vacilar. Tem que vacinar", a campanha recebeu R$ 46 milhões em investimentos do Ministério da Saúde. Deste total, R$ 21,8 milhões foram usados para compra das vacinas, R$ 13,2 milhões foram transferidos para os fundos estaduais e municipais de Saúde e R$ 11 milhões foram investidos em ações de comunicação e publicidade para as duas fases da campanha. Ao todo, 115 mil postos de vacinação participaram da primeira etapa da campanha, com o trabalho de cerca de 350 mil pessoas e a utilização de 40 mil veículos terrestres, marítimos e fluviais."Atualmente, a importância da vacina é manter o país livre da circulação do vírus. As gotinhas não têm contraindicações. A aplicação não provoca dor e a vacina é a única forma de prevenir a doença", explicou a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde, Maria Arindelita Arruda.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

OMS eleva o nível de alerta e gripe suína agora é pandemia


Vírus H1N1 já se espalhou por 74 países e Brasil tem 52 casos!!!!!!!

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que o mundo vive uma pandemia de gripe, a primeira do século 21. O organização tomou a decisão de aumentar para 6 o nível de alerta contra a epidemia — o último da escala — devido à expansão geográfica do vírus que já tem transmissão sustentada entre humanos em países fora da América do Norte, a primeira região afetada, como a Austrália, Chile e países europeus.

“Pandemia significa extensão do vírus. Mas um nível de alerta pandêmico não significa que vamos ver vírus mais perigoso ou que muita gente vai cair gravemente doente”, disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan. “Para nós, o mais preocupante é que não sabemos como o vírus se comportará nas condições do mundo em desenvolvimento, onde os sistemas de alarme e de atendimento sanitário sofrem graves deficiências”, disse. Chan afirmou que trata-se de uma epidemia moderada, mas admitiu não ser possível prever a evolução da doença, que desde abril já infectou 28.774 pessoas em 74 países, deixando 144 mortos. Essa será a primeira pandemia oficial declarada desde 1968, quando surto de gripe causou a morte de mais de 1 milhão de pessoas em todo o mundo.“O vírus é imprevisível. A gravidade moderada que observamos nesses primeiros dias pode variar por diversos fatores, mas não podemos prever um aumento espetacular de casos mortais”, afirmou Chan.

BRASIL SOB CONTROLE

Após o alerta, o Ministério da Saúde garantiu que, no Brasil, a “situação esta totalmente sob controle”. A ministra interina, Márcia Bassit, afirmou que o anúncio da pandemia “não implicará em mudanças” na estratégia brasileira. “A população pode ficar tranquila. O país esta preparado. O governo continua atento para a vigilância, a elaboração de diagnósticos e tratamento. Continuamos vigilantes em portos, aeroportos e em toda a fronteira”. O Brasil tem 52 casos confirmados em oito estados. Vacina deve ficar pronta em setembro



sexta-feira, 5 de junho de 2009

Segurança para a malhação


Ao escolher academia, é importante checar se há equipamentos e professores treinados para emergências médicas !!!!
Um desfibrilador, equipamento capaz de restabelecer o ritmo cardíaco, e um professor treinado para usá-lo salvaram a vida de um aluno da academia Velox Fitness, na Lagoa, segunda-feira. Como o Informe do DIA noticiou ontem, ele teve uma parada cardíaca enquanto se exercitava.
O destino do aluno, um médico que teve a parada cardíaca revertida em três minutos, poderia ter sido outro. No estado não há lei que regulamente quais equipamentos uma academia deve ter para esse tipo de emergência médica.
“A preocupação maior do aluno deve ser com a segurança da academia. Não tenho dúvidas de que todas deveriam ter desfibrilador em local acessível e pessoa treinada para usá-lo e dar suporte de vida básico em cada turno de funcionamento. Essas são perguntas que o aluno deve fazer antes de se decidir entre uma academia ou outra”, alerta o diretor-geral do Instituto Nacional de Cardiologia, Marco Antonio de Mattos.
O cardiologista recomenda ainda exame detalhado antes de iniciar exercícios. “A pessoa deve passar por avaliação cardiovascular porque há doenças que aumentam o risco de parada cardiorrespiratória durante exercício físico. Além da investigação da história do paciente, deve ser feito eletrocardiograma e, em alguns casos, um teste de esforço”, afirma.

sábado, 30 de maio de 2009

José Alencar retorna ao país após tratamento contra câncer nos EUA


O vice-presidente José Alencar chega neste sábado ao Brasil depois de dar início a um tratamento experimental contra o câncer na região abdominal, em Houston, nos Estados Unidos, segundo informou sua assessoria. A chegada a Brasília está prevista para às 21h. Ele continuará o tratamento no Brasil.Neste domingo, Alencar já assume a Presidência da República durante o giro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva por El Salvador, Guatemala e Costa Rica. Lula estará de volta na próxima quinta-feira.Os últimos exames do vice apresentaram a volta de 18 tumores no abdômen. Uma nova cirurgia foi descartada e os médicos optaram por um remédio em fase de teste no Centro Oncológico M. D. Anderson. Na viagem aos Estados Unidos, Alencar foi acompanhado pelo diretor de Oncologia do Hospital Sírio-Libanês, Paulo Hoff.Em janeiro deste ano, Alencar enfrentou cerca de 17 horas de operação para a retirada de nove tumores. O vice luta contra a doença há 12 anos.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Inca comprova que imagens das embalagens de cigarro impressionam fumantes


O Instituto Nacional de Câncer (Inca) apresentou na manhã desta quarta-feira os dados preliminares do "Projeto Internacional de Avaliação de Controle do Tabaco no Brasil", realizado em parceria com a Universidade Waterloo do Canadá. O objetivo do estudo é avaliar o impacto das políticas de controle do tabaco sobre o comportamento dos fumantes no Brasil. A primeira parte do projeto foi feita em abril, com 717 pessoas das cidades do Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Os participantes tiveram que responder um questionário sobre o impacto das imagens estampadas no verso dos maços de cigarro. Segundo o instituto, o estudo será feito no total com 1,8 mil pessoas (600 de cada cidade) que serão monitoradas por telefone a cada seis meses. As imagens escolhidas para a pesquisa foram as que estão em circulação desde 2004. A próxima etapa da pesquisa, que ocorre ano que vem, será com fotos mais impactantes que começam a circular em agosto.Números preliminares da pesquisa- 91,8% dos fumantes ouvidos disseram que se pudessem voltar atrás, não teriam começado a fumar- 61,6% dos fumantes disseram que as advertências fizeram pensar acerca dos riscos do tabagismo- 48,2% dos fumantes disseram que as advertências fazem com que eles fiquem mais propensos a deixar de fumar- 39,1% dos fumantes relataram que as imagens e frases impediram que pegassem um cigarro quando estavam prestes a fumar nos últimos 30 dias- 50% dos fumantes e 28% dos não fumantes notaram as advertências frequentemente ou muito frequentemente- 32,7% dos fumantes leram ou olharam atentamente para as advertências dos maços frequentemente ou muito frequentemente.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Ivete Sangalo fala sobre gravidez diz não querer saber sexo do bebê


Ivete Sangalo participou do quadro ‘Eu Acho’ do ‘Domingão do Faustão’. Grávida de cinco meses do estudante Daniel Cady, 24 anos, a cantora dançou e pulou durante a música ‘Dalila’. “Esse menino é de aço. Às vezes falo que é menino, às vezes menina, mas só vou saber mesmo no dia”, respondeu quando Fausto Silva se mostrou preocupado com sua agitação no palco. Durante a entrevista, a futura mamãe, que faz 37 anos na próxima quarta-feira, falou sobre a gravidez enquanto passava a mão pela barriguinha que o vestido solto não disfarçava. Gaiata, revelou alguns ‘probleminhas’ da gestação: “Minha gente é tanto p... Por que grávida fica tão cheia de gases? Além disso são uns 14 xixis de madrugada. Estou acordando ao meio-dia e meia”. A cantora negou, mais uma vez, a tão comentada rixa entre ela e Claudia Leitte. “Algumas notícias são mal vendidas. Claudinha me tem como inspiração”, disse. Gulosa, Ivete não tem medo da balança: “Daniel é nutricionista. Lá em casa está tudo bem comido”.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Casos de gripe suína em todo o mundo chegam a 8.829 em 40 países


O número de casos de gripe suína em todo o mundo subiu para 8.829. Ao todo, 40 países registram casos de contaminação pelo vírus H1N1, que, até o momento, provocou 74 mortes.
O balanço anterior da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicava 8.840 pessoas infectadas em 39 países, além de 72 mortes.Segundo informações da agência portuguesa Lusa, o diretor-geral adjunto da OMS, Keiji Fukuda, informou que 95% dos casos foram registados nos Estados Unidos, no México e no Canadá. Também há elevado número de registros no Japão, onde mais de 120 ocorrências já foram confirmadas, na Espanha (103 casos) e no Reino Unido (101).Fukuda participa da 62ª Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra. O encontro segue até a próxima sexta-feira. Os critérios adotados pela OMS indicam que, caso a situação se agrave no Japão, o nível de alerta de pandemia pode passar de 5 para 6, o mais alto na escala.

terça-feira, 12 de maio de 2009

'Agora me sinto mais madura e poderosa como mãe', diz Claudia Leitte


'Agora me sinto muito mais madura e poderosa como mãe'. Assim Claudia Leitte comemorou a notícia da alta do pequeno Davi, que após oito dias de internação por causa de uma meningite deixou o Hospital Copa D'Or no final da tarde desta terça-feira. Durante uma coletiva minutos antes de sair da unidade, a baiana fez questão de agradecer as mensagens de apoio que recebeu de pessoas de todo o país, revelou a lição que tirou a partir do drama de seu filho e garantiu que retomará sua agenda de shows daqui a duas semanas.A cantora disse que ficou 'fora do mundo' enquanto acompanhava a recuperação da criança. 'Fiquei 50h sem dormir enquanto estive no hospital e nem no Carnaval tinha ficado tanto tempo sem descansar. Meu mundo estava deitado na cama. Passei quase 10 dias sem sair do lado dele, olhando para suas reações'. Segundo Claudia, o maior aprendizado obtido com a situação foi ver como as pessoas 'estão vulneráveis'. 'Temos sempre que ouvir, orar e vigiar'. A musa do axé respondeu as críticas de que teria exposto o bebê e garantiu que nunca levou Davi para shows ou camarins.
Atendimento na 'velocidade da luz'
Sobre sua volta aos palcos, Claudia Leitte, que embarca ainda nesta terça para Salvador, disse que ficará uma semana em casa se dedicando exclusivamente ao filho e que só retomará os show no dia 22 de maio. Antes de deixar o hospital, a loura parabenizou o trabalho dos médicos. 'Criamos os filhos para o mundo. Meu filho foi trazido ao hospital por Deus e foi muito bem atendido pelos médicos, que o trataram na velocidade da luz'.Presentes à coletiva, o coordenador da pediatria Arnaldo Prado e Antônio Carlos Moraes, diretor médico do Copa D'Or, falaram sobre a alta de Davi e revelam que ele passou por um último exame antes de ser liberado. Segundo os dois, a criança está em excelentes condições e não terá sequelas. Eles revelam ainda que o tipo de bactéria que causou a meningite de David não foi descoberta.

domingo, 10 de maio de 2009

PARABENS A TODAS AS MAMÃES!!


UM AMOR MAIS FORTE QUE TUDO!!
MAIS OBSTINADO QUR TUDO!!!!!!
MAIS DURADOURO QUE TUDO!!!!
É SOMENTE O AMOR DE MÃE
FELIZ DIA DAS MÃES...................

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Assessoria de Claudia Leitte diz que Davi passou bem a noite


Médico diz que ainda não foi possível identificar agente causador da meningite.
Claudia Leitte e o marido Márcio estiveram reunidos com os médicos responsáveis por cuidar de Davi, nesta quarta-feira, no Hospital Copa D’Or. Segundo o site O Fuxico, representantes do escritório da cantora, na Bahia, disseram que que o bebê acordou muito melhor.
O Davi passou muito bem esta noite. Não está mais molinho. Agora está sorridente e mamando', disse um assessor. Eles revelaram ainda que a criança chegou a ser vacinada contra meningite quando nasceu e por isso todos estariam surpreendidos com a notícia da doença.A assessoria de imprensa do hospital divulgou no final da manhã um boletim em que afirma que o estado de Davi é estável e ele se recupera bem. "O paciente Davi Leitte encontra-se estável e em franca recuperação do quadro de meningite, que motivou sua internação. O agente causal ainda não foi identificado. Esta identificação depende de alguns exames, que ainda estão em andamento", diz o comunicado, assinado pelo Dr. Arnaldo Prata Barbosa, coordenador do Setor de Pediatria do hospital.Ainda segundo o médico, Davi deverá ter alta da UTI Semi-Intensiva ainda esta tarde, no entanto, Claudia só poderá levar o filho para casa em aproximadamente uma semana. "A previsão de internação hospitalar é de uma semana - prazo necessário para completar o tratamento antibiótico", explicou o médico. Com isso, a cantora passará o seu primeiro Dia das Mães sem poder festejar com o filho, já a criança precisará tomar medicamentos durante 7 dias.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Exames confirmam que filho de Claudia Leitte está com meningite


Após ser internado na noite desta segunda-feira com febre, Davi, filho da cantora Claudia Leitte, foi diagnosticado com quadro de meningite na manhã desta terça-feira. Ele deu entrada no hospital Copa D'Or, em Copacaba, com febre e pontos vermelhos na pele. Segundo o chefe de pediatria do hospital, Dr. Arnaldo Prata, o exame diagnóstico acusou meningite. O bebê está no CTI pediátrico e vem respondendo bem ao tratamento. Ele está recebendo antibiótico e hidratação venosa e já apresenta melhora. Seu quadro clínico é estável, mas ainda não há previsão de alta.
Ainda não há informações sobre o tipo de meningite que atingiu David, que nasceu em janeiro. De acordo com a assessoria da baiana, a notícia surpreendeu até mesmo os pais da criança, que ainda não tinham sido informados pelos médicos sobre meningite.
Ainda segundo o boletim divulgado nesta terça, apesar de Davi ter febre baixa, ele teve uma melhora no quadro geral e está estável. O bebê está tomando antiobiótico e sendo amamentado pela mãe. Ainda não há previsão de alta. Claudia Leitte está no Rio desde o último fim de semana quando fez uma show em Campo Grande, na Zona Oeste.

sábado, 2 de maio de 2009

Gripe: Rio já tem um caso suspeito

A entrada do vírus da gripe suína (A H1N1) no Brasil é “inevitável”, segundo o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. Ontem, foi confirmado o primeiro caso suspeito no Rio. Outros 7 foram descartados e dois ainda são monitorados. Temporão ainda anunciou que o plano de contingência já realizado em portos e aeroportos poderá ser estendido para as estradas. Em 14 estados brasileiros, 41 pessoas com sintomas estão sendo monitoradas. Outras 7 já são consideradas como casos suspeitos, de acordo com o Ministério da Saúde: no Rio (1), no Espírito Santo (1), em São Paulo (2) e em Minas Gerais (3).
A chegada do vírus é inevitável. Quero programar para semana que vem, em Brasília, reunião com ministros da Saúde da América do Sul para definir ação conjunta. Não adianta eu ter uma estrutura de vigilância muito boa aqui se o meu vizinho não tem e vice-versa”, disse Temporão, ao inaugurar centro de reabilitação da Rede Sarah no Rio.
POPULAÇÃO NÃO DEVE COMPRAR MÁSCARAS
O ministro voltou a pedir calma à população e criticou a Organização Mundial de Saúde (OMS) por ter demorado a alertar os países sobre o risco de epidemia mundial. “A OMS demorou a avisar. Isso só foi realizado na madrugada de sábado. Todos foram pegos de surpresa”, afirmou, acrescentando, porém, que o Brasil está preparado. “Não há motivo para pânico. Agora, máscaras só serão indicadas para o pessoal de portos e aeroportos e equipes de saúde. Não tem sentido as pessoas comprarem máscaras, muito menos remédio. A automedicação pode ser mascarar sintomas”. Ontem, funcionárias da Gol atendiam passageiros usando máscaras no Aeroporto de Brasília. No Rio, o acessório foi adotado por funcionários da Receita Federal.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Orientações do Ministério da Saúde para prevenir a gripe suína


O Ministério da Saúde divulgou comunicado informando que até o momento, não há evidências da circulação do vírus da influenza suína em humanos no Brasil. Além disso orienta a população a tomar alguns cuidados para prevenir a doença e em especial no caso de viagens para os locais onde o problema é mais grave, como México e Estados Unidos. - A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde foi notificada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo da existência de dois viajantes brasileiros procedentes do México, que desembarcaram no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e apresentaram alguns sintomas de doença não definida.- Os dois casos estão sendo investigados para identificar a causa do quadro clínico, mas NÃO ATENDEM à definição de caso suspeito de influenza suína por não apresentarem sinais e sintomas compatíveis com a doença: febre acima de 39ºC, acompanhada de tosse e/ou dores de cabeça, musculares e nas articulações.- Foi instituído nos aeroportos brasileiros o monitoramento dos viajantes procedentes das áreas afetadas. A Declaração de Bagagem Acompanhada (DBA), documento de preenchimento obrigatório, está sendo retida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para eventual busca de contatos se for detectado caso suspeito. O documento contém informações relativas à saúde do viajante.- Neste domingo, começaram a ser veiculados avisos sonoros nos cinco aeroportos que recebem voos internacionais procedentes do México e dos Estados Unidos, principais países afetados pela influenza suína. Os avisos, contendo informações sobre sinais e sintomas e orientações aos viajantes, estão sendo veiculados nos aeroportos internacionais de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Manaus e Fortaleza.- Todas as providências estão sendo adotadas para que as tripulações das aeronaves orientem os passageiros, ainda durante o voo, sobre sinais e sintomas da influenza suína. Passageiros com os sintomas deverão se identificar à tripulação e receberão orientações da ANVISA no aeroporto de desembarque.- Pessoas procedentes de áreas afetadas, nos últimos 10 dias, que apresentarem os sinais e sintomas acima descritos devem procurar a unidade de saúde mais próxima. Viajantes com destino às áreas afetadas devem estar atentos às recomendações dos governos locais.Aos viajantes que se destinam às áreas afetadas:· Usar máscaras cirúrgicas descartáveis, durante toda a permanência em áreas afetadas. Substituir as máscaras sempre que necessário.· Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente descartável.· Evitar locais com aglomeração de pessoas.· Evitar o contato direto com pessoas doentes.· Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal.· Evitar tocar olhos, nariz ou boca.· Lavar as mãos freqüentemente com sabão e água, especialmente depois de tossir ou espirrar.· Em caso de adoecimento, procurar assistência médica e informar história de contato com doentes e roteiro de viagens recentes a esses países.· Não usar medicamentos sem orientação médica.- Não existe vacina contra esse vírus de influenza suína, responsável por essa Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional.- A vacina utilizada na Campanha Nacional de Vacinação contra Gripe, que está sendo realizada nesse momento no Brasil, direcionada à população com mais de 60 anos, destina-se somente a proteção contra a influenza sazonal e não protege contra a influenza suína. A Campanha segue normalmente até o próximo dia 8 de maio.- Desde 25 de abril de 2009, foi instituído o Gabinete Permanente de Emergência, no Centro de Informações Estratégicas e Respostas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS), para monitorar a situação e indicar as medidas adequadas ao país. Formado por representantes do Ministério da Saúde, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o grupo se reúne diariamente, em Brasília.- As Coordenações Estaduais de Vigilância em Saúde foram orientadas para notificar imediatamente a ocorrência de casos suspeitos ao Ministério da Saúde e recomenda-se aos profissionais de saúde das redes pública e privada que estejam atentos para a notificação de possíveis casos suspeitos.- Com relação à sanidade animal, no Brasil, não há suspeita ou registro de gripe suína causada pelo mesmo agente identificado nas áreas afetadas. Além disso, o consumo de produtos de origem suína não representa risco à saúde das pessoas.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Pacientes sofrem com obra sem fim

Nova sede do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia só abre em 2010!!!

Anunciada como solução para diminuir o tempo de espera por cirurgias, a obra da nova sede do Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia), com término inicialmente previsto para fim de 2008, só será concluída em junho de 2010. Enquanto isso, pacientes enfrentam uma espera que pode durar anos na fila.
Vitor Cordeiro dos Santos, 8 meses, é um deles. Nascido com doença congênita nos pés, espera por cirurgia desde novembro. Segundo o pai, André Luís Bezerra da Silva, não há previsão para cirurgia. Como o bebê é alérgico a gesso, a cirurgia reparadora é a única forma de reverter o problema.
“Vitor chegou a usar gesso por dois meses, mas sua perna ficava em carne viva. O médico decidiu então operar, mas não há vaga. É muito triste ver meu filho tentar ficar em pé e não conseguir se equilibrar. Tenho medo que fique tarde demais, pois a fila não anda”, lamenta.
Roberto Pereira Bahia, 36, espera há um ano e dois meses. Ele quebrou o quadril no início de 2008 e, após passar por diversas unidades, foi encaminhado ao Into. Segundo sua mãe, Juciara Bahia, 50, o quadro se agrava cada semana e já atingiu pernas e coluna. Ela registrou o caso na 5ª DP (Centro). “Se continuar assim, ele vai ser obrigado a amputar a perna”, reclama.
O Into informou que há 22 outras crianças na frente de Vitor na fila para este tipo de cirurgia de pé, e que o tempo de espera é de cerca de um ano. E que Roberto, que encontra-se em tratamento de artrose reumática do quadril, teria contraído infecção que impossibilita a cirurgia no momento.
BUROCRACIA
Com a nova sede, informa o Into, serão criados 23 novos centros de tratamentos específicos, e o número de salas cirúrgicas passará de 8 para 21. Com isso, o número anual de cirurgias aumentará de 6 mil para quase 20 mil. A construção de um Centro de Reabilitação dará condições, ainda, para que 86 mil consultas de reabilitação sejam feitas por ano.
A demora nas obras na Avenida Brasil, em São Cristóvão, se deve à burocracia. O projeto inicial previa apenas a reforma e adaptação de prédio já existente. Mas foi feito outro projeto para a construção de novos edifícios, já que a Companhia Docas do Rio de Janeiro cedeu terreno de 16 mil m². Com isso, as obras só começaram em junho de 2008 e a empresa contratada tem até dois anos para finalizá-las.

domingo, 19 de abril de 2009

Grávida morta durante assalto em Maria da Graça


Uma enfermeira grávida de 7 meses morreu após ser baleada na cabeça em assalto, em Maria da Graça, Zona Norte do Rio, na noite deste sábado. Levada para o Hospital Salgado Filho, no Méier, ela foi submetida a uma cesariana e a criança foi salva. O bebê foi transferido para a maternidade Carmela Dutra e internada na UTI neonatal. O marido da vítima dirigia o carro.
Segundo informaçõs da Polícia, Leslie Estanho de Lima da Vitória, 35 anos, estava no banco do carona do Renault Clio. Quando o carro parou em um sinal, na descida do viaduto de Del Castilho, próximo à Favela do Jacarezinho, dois bandidos em uma moto ordenaram que o casal saísse do veículo. Quando o marido abriu a porta, um dos bandidos se assustou e disparou um tiro, que tiro atingiu o rosto da mulher e saiu pela nuca. Ela foi socorrida pelo marido e levada para o Hospital Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu ao ferimento. Segundo informações do hospital, o bebê passa bem. Morador do Méier, o casal voltava de um shopping, onde tinha ido comprar móveis e roupas para o bebê. Eles estavam juntos há oito meses e há quatro casaram. A enfermeira estava de licença do trabalho. O caso foi registrado na 4ª DP (Inhaúma). No final da noite, policiais do 3º BPM (Méier) fizeram buscas próximo à Favela do Jacarezinho e houve confronto com bandidos, mas ninguém se feriu ou foi preso.

sábado, 11 de abril de 2009


Médicos recomendam que crianças bebam mais água e sucos e evitem gorduras e doces dias após comerem muito chocolate!!!!!!
Mais difícil do que controlar o desejo por chocolate na Páscoa é convencer uma criança que a guloseima deve ser consumida com moderação. Mas a batalha não está perdida: é possível evitar que a data se acabe no posto médico. Segundo especialistas, já que limitar a quantidade de chocolate não é tarefa simples, uma boa dica é reduzir a oferta de alimentos gordurosos e muito açucarados.
Ana tenta controlar, mas Júlia acaba comendo muito chocolate.
“Os chocolates, principalmente os ao leite, que são os preferidos das crianças, já têm muito açúcar e gordura. Por isso, é importante que a criança tenha uma alimentação magra e não coma biscoitos, refrigerantes e outros doces pelo menos nos dias em que for comer chocolate. Batata frita nem pensar”, recomenda a nutróloga Tamara Mazaracki, acrescentando que o excesso pode promover ganho de peso, diarreias, náuseas e vômitos.

domingo, 5 de abril de 2009

Um milagre de Deus e da Ciência


Gêmeas dividiam sistema circulatório, mas só uma tinha coração e podia sobreviver. Cirurgia de alto risco, no útero da mãe, salvou o bebê.
Maria Clara se põe a agitar pés e mãos minúsculos assim que Cirlene chega perto da incubadora. Aos 40 dias de vida, ela já reconhece, feliz, a mãe. A mulher suspira profundamente e sorri: está diante de um milagre — de Deus e da Ciência. Com 890 gramas de peso, e nascido três meses antes do tempo, aquele pequeno ser humano tem a força de um gigante.A gravidez de Cirlene Miranda, 37 anos, dona de salão de beleza, foi de altíssimo risco. Eram duas meninas em seu ventre, dividindo o mesmo sistema circulatório. Somente Maria Clara tinha coração, que precisava trabalhar por dois para ela ter alguma chance de sobreviver. Ele bombeava o sangue para seu próprio corpo e o da irmã, que era maior, e não teria como sobreviver fora do útero. “Desde que foi gerada ela já mostrava sua força... Já ensinava o que é a superação, a vontade de viver”, emociona-se a mãe. Diagnosticado o problema, equipe da Clínica Perinatal, em Laranjeiras, realizou cirurgia, dentro do útero, em que um ‘tiro de laser’ destruiu o vaso sanguíneo que unia os bebês. “A cirurgia é delicada porque o ‘bebê-bomba’ — que bombeia o sangue — tem 50% de chances de viver. Guiados por imagem de ultrassom, injetamos agulha na barriga da paciente, que serviu de passagem para a fibra ótica. Com o tiro, coagulamos o vaso de ligação na região do abdome do feto sem coração”, explica o cirurgião Renato Sá. Na Terça-feira de Carnaval, 24 de fevereiro, logo após ser separada da irmã, Maria Clara nasceu, com 710 gramas. Seu peso caiu para 505 gramas, até chegar ao atual. Durante a cirurgia — cerca de 40 minutos — Cirlene ficou acordada. “Eu não tive medo. Só rezava. Me agarrei na fé e me sinto mais fortalecida hoje. Aprendi com minha filha a ser resistente. Em meus sonhos, eu já desejava a Maria Clara. Deus tornou isso uma realidade de carne e osso para mim. Acreditei muito na competência dos médicos”, conta ela.“Eu tive que correr esse risco e faria tudo novamente. Enfrentei a cirurgia com a mesma força que minha filha teve para sobreviver”, revela. Segundo Sá, já houve dois mil nascimentos de bebês com a gestação atrelada a um feto sem coração no País, mas o número real pode ser bem maior. “Diversas mortes de ‘bebês-bomba’ poderiam ser evitadas se houvesse melhor acompanhamento no pré-natal. Se o problema for detectado antes, com uma ultrassonografia detalhada, aumentam em 80% as chances de sobrevivência da criança”, diz. A própria Cirlene só descobriu o problema no sexto mês de gestação. “Trabalho mais de 12 horas por dia e optei pela maternidade tardia. Valeu a pena cada superação desses meses. É impressionante pegar no colo um prematuro. No início foi assustador. Mas agora me sinto forte para cuidar da minha filha. Ela me ensinou a ser forte”, conta. O tempo de agonia deu lugar à espera ansiosa pelo dia em que a menina sairá da UTI Neonatal para ir para casa. Cada grama que a filha ganha é comemorada por Cirlene. Quando Maria Clara chegar a 2,2 kg, terá alta. E finalmente poderá conhecer o quarto lilás que a mãe está preparando para ela.

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Testes reprovam pastas

Cremes dentais que prometem clarear os dentes não surtiriam efeito, segundo pesquisa da Pro Teste. De sete produtos avaliados, apenas dois apresentaram resultados satisfatórios!

Aquele sorriso com dentes claríssimos das propagandas de cremes dentais branqueadores pode não ter sido resultado do uso dos produtos. A conclusão é de estudo da Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) com sete pastas representativas no mercado. O resultado mostra que apenas duas teriam realmente efeito clareador.
Foram feitos três mil movimentos circulares em amostras de dentes humanos — o que equivale à escovação de um mês. Um colorímetro mediu a cor dos dentes antes e depois do procedimento, para identificar se houve mudança.
O teste também demonstrou que essas pastas são mais abrasivas do que as comuns, o que pode gerar desgaste nos dentes e, em consequência, dores e hipersensibilidade. Marina Jakubowski, química da Pro Teste, recomenda que mesmo os produtos que realmente clareiam não sejam usados por muito tempo. “O ideal é utilizá-los por um mês e dar um tempo. Ou usá-los apenas em uma das escovações diárias”.
A Pro Teste analisou ainda a irritabilidade dos produtos, com teste feito numa mucosa construída a partir de células humanas com características semelhantes à boca. O resultado mostrou que a maioria dos cremes dentais danifica até 50% das células.
A GlaxoSmithKline (Aquafresh e Sensodyne) afirmou que ambas “são registrados na Anvisa” e que “não existem testes padronizados e específicos para determinar o branqueamento” e, ainda, que a empresa “possui testes internacionais realizados para comprovação do efeito branqueador”. A Procter & Gamble (Crest) disse ter cinco estudos clínicos, três deles realizados com mais de 1.500 pacientes no total, que mostram a ação de branqueamento. A Colgate-Palmolive não quis se pronunciar.

sábado, 28 de março de 2009

Joana Prado, grávida pela terceira vez, estreia programa na Internet


Joana Prado emite o brilho da felicidade. Pode parecer piegas, mas depois de meia hora ao lado da mulher que encarnou a personagem Feiticeira, símbolo sexual que abalou o Brasil no fim dos anos 90, é possível ter a certeza absoluta de que ela nasceu para ser mãe. Não é à toa que foi eleita apresentadora do programa ‘WTN Absoluta’ (www.wtn.com.br) — toda quarta-feira, a partir das 12h, na Internet —, que fala sobre o universo feminino e, principalmente, sobre gestantes. “Vamos focar bastante neste tema. Abordaremos desde a saúde na gravidez, passando pela alimentação e como se vestir. Em cada programa, convidaremos especialistas em assuntos diversos”.
No 7º mês da sua terceira gravidez — ela já é mãe de Davi, 4 anos, Vitória, 1, e agora espera Kyara, todos frutos do casamento com o lutador Vitor Belfort —, Joana não se arrepende do passado: “Mas jamais posaria nua de novo, nem faria fotos sensuais. Na verdade, nunca sonhei ser símbolo sexual, as coisas foram acontecendo. O que queria mesmo era vender sanduíche natural na Praia de Malibu”.
Convertida desde 2003, ela e a família frequentam a Igreja Batista da Barra todos os domingos. “Vitor já era convertido quando eu o conheci. Relutei um pouco, mas sempre tive conexão forte com Deus. Oro sempre antes de tudo que faço”, explica ela, contando que, graças à religião, aprendeu que ser submissa ao marido não quer dizer escravidão e, sim, companheirismo. “Passei a gostar de cozinhar e a cuidar da casa, por exemplo. E a fé em Jesus me permite levar melhor coisas monstruosas”.Monstruosidades tais como o desaparecimento, até hoje não desvendado, de sua cunhada, Priscila Belfort, em 2004. “Aconteceu logo depois do meu casamento. O desaparecimento é a pior dor que existe, pior até do que a morte”, desabafa. Mas a vida continua e Joana e Vitor fazem planos. Um deles deve ser concretizado até o fim do ano. “Vamos morar em Los Angeles. Para Vitor, é a melhor opção, já que todos os lutadores estão lá. E também morremos de medo da violência do Rio. Outro projeto é ter mais um filho, que será temporão”, confessa.Coincidência ou não, esta mudança combina com os desejos mais antigos de Joana. “Vou atrás do meu sonho americano de vender sanduíche natural na Califórnia”.

quinta-feira, 26 de março de 2009

DNA revela que britânico de 13 anos não engravidou jovem


Eastbourne (Inglaterra) - O garoto Alfie Patten, 13 anos, que ficou conhecido mundialmente após ter engravidado uma estudante de 14 anos quando tinha apenas 12, não é o pai da criança, segundo informações divulgadas pelo The Mirror nesta quinta-feira. O estudante resolveu fazer um teste de DNA depois que outros garotos disseram também ter dormido com Chantelle Stedman.O teste acabou provando que o garoto não é o pai de Maisie Roxanne, que tem 7 semanas. Segundo o Mirror, o resultado foi uma surpresa para Alfie, que ficou "devastado" com a notícia. Ele estava convencido de que era o pai de Maisie, depois de uma noite de sexo desprotegido com Chantelle, que hoje tem 15 anos.Antes do teste, segundo o diário britânico, ele disse: "Eu não sabia sobre testes de DNA, mas minha mãe me explicou que seria bom fazer para saber se eu era o pai ou não. Então eu faço, e todos poderão parar de falar". Chantelle ficou grávida quando tinha 14. Ela disse ter esquecido de tomar a pílula anticoncepcional.Na época, ela disse que "Alfie era o único garoto com quem havia estado". Alfie concordou. "Eu sou o único namorado que Chantelle teve e nós estamos juntos há dois anos. Eu devo ser o pai. Quando ela descobriu que estava grávida, eu perguntei, 'eu sou o pai?' e ela respondeu que sim, então eu acreditei", afirmou o garoto.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Transexual espanhol anuncia estar grávido de gêmeos

Um transexual espanhol, que nasceu mulher e decidiu ser homem, está agora grávido de gêmeos, informou a BBC BRasil. Rubén Noé, 25 anos, que nasceu Estefanía, manteve seus órgãos reprodutivos femininos. Segundo a imprensa espanhola, o desejo de se tornar pai sugiu de seu passado, que foi num orfanato.
O caso de Rubén Noé lembra o do transexual americano Thomas Beatie, que deu à luz sua primeira filha em 2008 e está grávido novamente. Segundo o espanhol, o motivo de tornar sua história pública seria e de derrubasr tabus sociais."Já é hora de as pessoas começarem a considerar normal uma gravidez de um transexual. O mundo está mudando, cada vez vão aparecer mais casos assim", disse.Sua namorada, a espanhola Esperanza Ruiz, 43 anos, é mãe de dois filhos de um relacionamento anterior. Rubén Noé pretende registrar os gêmeos em nome dos dois, sendo ele o pai. A sua única preocupação no momento é a saúde dos bebês, pois ele sofre de epilepsia, o que poderia ser um problema na hora do parto.

quinta-feira, 19 de março de 2009

Advogada revela segredos de deputado: ‘Clô passou fome’

Fãs acompanham enterro!

Com terno branco de listras e gravata borboleta azul escura, o estilista e deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP) foi enterrado no Cemitério do Morumbi, em São Paulo, com a presença de cerca de 1.500 pessoas. Advogada e amiga de Clodovil, Maria Hebe Pereira de Queiroz, disse que ele enfrentava problemas financeiros e chegou a passar fome durante a campanha. O estilista morreu terça-feira, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC).
Maria Hebe disse que há dois meses Clodovil terminou de pagar a vigésima e última parcela da dívida de aluguel e condomínio do apartamento onde vivia, na Rua República do Líbano, em São Paulo. A advogada contou que as dificuldades começaram após a demissão da Rede TV e que, na campanha para deputado, ele mal conseguia pagar contas.No velório, realizado na Assembléia Legislativa de São Paulo, Maria Hebe gritou com Ciro Moura, presidente do Partido Trabalhista Cristão (PTC). O PTC acusou Clodovil de infidelidade partidária, mas perdeu a ação na Justiça.
Aprovado projeto de lei do deputado
O testamento do deputado Clodovil Hernandes prevê a criação da Fundação Isabel, homenagem à sua mãe adotiva. Segundo a advogada de Clodovil, Maria Hebe Pereira de Queiroz, o objetivo é criar as Casas Clô, entidade que deverá abrigar e educar meninas órfãs. A CCJ do Senado aprovou projeto de lei de autoria de Clodovil que permite aos enteados adotarem os sobrenomes do pai e da mãe adotivos.

sábado, 14 de março de 2009

Terapia a preço popular


Projeto oferece tratamento contra as doenças psicossomáticas !
Dores nas costas, na cabeça, vômitos, além de doenças como artrite e diabetes. Sintomas que, para muitas pessoas, se tratam apenas de problemas clínicos podem esconder males como doenças psicossomáticas. Dados da Organização Mundial de Saúde apontam que cerca de 20% da população mundial são portadoras desse tipo de doença. No Brasil, o índice sobe para 32%. Para ajudar a identificar e curar esse tipo de enfermidade, o Projeto Você de Bem com a Vida realiza, de segunda a sexta-feira, inscrições para sessões de terapia com preços populares. A matrícula é feita por telefone e os atendimentos acontecem em cinco pólos: Tijuca, Jacarepaguá, Madureira, Santa Cruz e Pavuna. TRIAGEM DIA 30O tratamento, que tem a participação de 16 psicólogos, conta com sessões de terapia individual e em grupo, fisioterapia, além de workshops e orientação para a família dos pacientes. O projeto oferece 290 vagas e, no ato da inscrição, o paciente agenda a primeira consulta de avaliação individual. A triagem começa dia 30 de março e, em 5 de abril, os selecionados — pessoas que apresentaram doenças psicossomáticas ou depressão — participam da palestra inaugural. Sintomas de doenças físicasDe acordo com a psicóloga Fátima Marques, coordenadora do projeto, as doenças psicossomáticas ocorrem porque a pessoa ‘guarda’ sentimentos como raiva, medo e ansiedade. Segundo ela, o tratamento consiste em identificar e conhecer as sensações que estão prejudicando o paciente e equilibrar a eliminação das mesmas. “A pessoa não vai deixar de ter raiva, vai saber como lidar com ela”, explica.Fátima lembra que sintomas como tristeza, depressão e angústia, associados a dores e vômitos, sem justificativa clínica, podem ser doenças psicossomáticas. Outros indicativos são enfermidades como gastrite, lúpus, asma, e eczemas.Meses após perder a irmã mais nova, de forma inesperada, a secretária Ana Cláudia Fontes, 42 anos, começou a sentir dores nas costas e na cabeça. Pensando se tratar de um problema físico, procurou médicos, nenhuma doença foi detectada. Aconselhada por uma amiga, Ana Cláudia iniciou a terapia e conta que a decisão melhorou sua vida.